VINTE e um mortos, mais de 70 feridos, milhares de desalojados e numerosas infra-estruturas destruídas constituem o balanço preliminar dos danos causados pelo ciclone tropical Idai à sua passagem, quinta-feira e ontem, pelo Centro do país e norte de Inhambane.

Dezanove óbitos ocorreram nas cidades da Beira e Dondo, em Sofala, de acordo com o governador provincial, Alberto Mondlane. Os outros dois registaram-se em Gondola e Chimoio, em Manica, segundo o porta-voz do Governo local, que falou à imprensa no final da tarde de ontem.

Há ainda registo de 30 famílias desalojadas nos postos administrativos de Nova Mambone e Pande, em Govuro, norte de Inhambane, onde igualmente 32 casas e 10 salas de aula perderam os respectivos tectos.

Onze voos entre as cidades de Maputo e Beira foram cancelados nas últimas 48 horas devido à passagem do ciclone, que forçou o encerramento do aeroporto internacional da capital provincial de Sofala. 

Segundo fonte da empresa Aeroportos de Moçambique, o mau tempo que atingiu a região Centro do país com severidade originou o arrastamento de obstáculos para as pistas do aeroporto da Beira, cuja iluminação também ficou afectada, à semelhança de antenas e outros equipamentos que ficaram danificados.

Considerando a tendência gradual de melhoria do estado do tempo, a fonte disse acreditar que o aeroporto possa ser reaberto ao tráfego até amanhã.

Segundo a última informação do Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), o ciclone tropical Idai enfraqueceu a partir do meio da tarde de ontem, tornando-se numa depressão tropical, com a intensidade dos ventos a situar-se nos 70 quilómetros por hora, contra os cerca de 200 registados na quinta-feira, no pico do fenómeno.

O INAM comunicou que o ex-ciclone tropical Idai movimentava-se em direcção ao Zimbabwe, onde se espera venha a dissipar-se ao longo desta tarde.

Enquanto isso, as comunicações telefónicas com a cidade da Beira continuaram interrompidas durante o dia de ontem, facto que, segundo dados apurados pelo “Notícias”, ficou a dever-se à danificação de diverso equipamento de telecomunicações e de fornecimento de energia eléctrica.

Apesar de ter enfraquecido, o ciclone continuou a gerar mau tempo em vários pontos da região Centro, particularmente na cidade da Beira, onde choveu durante todo o dia, agravando o cenário de inundações que já caracterizava alguns bairros, mesmo antes da passagem do “Idai”.

Face à impossibilidade de comunicação com a cidade da Beira, uma equipa do Centro Nacional Operativo de Emergência (CENOE) e parceiros deixou a meio da tarde de ontem a delegação regional do INGC, em Caia, em direcção à capital provincial para auxiliar na avaliação dos danos e coordenação da assistência humanitária. 

Apesar das restrições de comunicações, sabe-se que médicos e paramédicos sul-africanos encontram-se já na Beira e contam com auxílio de ambulâncias, dois barcos e um helicóptero hospitalar.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction