O SERVIÇO Militar Obrigatório (SMO) passará a ser um dos requisitos de ingresso no Ministério do Interior de Angola, uma decisão que visa garantir a entrada de cidadãos com “suficiente idoneidade moral”.

O anúncio foi feito ontem pelo titular do pelouro, Ângelo Tavares, ao fazer o balanço das actividades exercidas durante o ano que agora finda. O governante frisou que esta obrigação irá permitir consolidar o nível de educação patriótica dos efectivos, acrescentando que o actual modo de ingresso nos órgãos e serviços executivos do Ministério do Interior tem sido uma das causas geradoras de “constrangimentos e certa indisciplina”. “Teremos que ser mais exigentes. Os chefes, a todos os níveis, têm de lançar mãos ao regulamento de disciplina e expurgar do seio das nossas instituições todos os efectivos que assumam comportamentos indecorosos”, afirmou o ministro.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,74 61,93
ZAR 4,59 4,68
EUR 71,31 72,71

21.08.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

UM dos temas que está a dominar as conversas, pelo menos a nível da ...
2017-08-22 23:30:00
TAL como me referi nos últimos parágrafos do texto anterior, as ...
2017-08-22 23:30:00
FILIPE Nyusi traçou um novo diagrama que ficará indelevelmente marcado ...
2017-08-22 23:30:00