UMA emigrante somali foi encontrada, na segunda-feira, morta de frio na Bulgária, no monte de Strandja, no sudeste do país, perto da fronteira turca, anunciou a Polícia. A mulher, uma jovem, pertencia a um grupo de cerca de 30 imigrantes indocumentados descobertos, no domingo, pela Polícia de Fronteiras perto da localidade de Ravadinovo, a 40 quilómetros da fronteira.

Durante os interrogatórios, segundo a LUSA, a Polícia ficou a saber que uma mulher tinha sido abandonada durante uma tempestade de neve. O corpo só foi encontrado na segunda-feira. A temperatura durante a noite tinha descido até aos 10 graus negativos. Dois adolescentes somalis do grupo, um rapaz de 16 anos e uma rapariga de 14, tinham os pés e as mãos gelados. O grupo era composto por 25 afegãos, três paquistaneses e três somalis.

Mais recentes

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00
TERMINEI o último artigo manifestando pesar pelo facto de as obras de ...
2017-12-14 23:30:00