UMA emigrante somali foi encontrada, na segunda-feira, morta de frio na Bulgária, no monte de Strandja, no sudeste do país, perto da fronteira turca, anunciou a Polícia. A mulher, uma jovem, pertencia a um grupo de cerca de 30 imigrantes indocumentados descobertos, no domingo, pela Polícia de Fronteiras perto da localidade de Ravadinovo, a 40 quilómetros da fronteira.

Durante os interrogatórios, segundo a LUSA, a Polícia ficou a saber que uma mulher tinha sido abandonada durante uma tempestade de neve. O corpo só foi encontrado na segunda-feira. A temperatura durante a noite tinha descido até aos 10 graus negativos. Dois adolescentes somalis do grupo, um rapaz de 16 anos e uma rapariga de 14, tinham os pés e as mãos gelados. O grupo era composto por 25 afegãos, três paquistaneses e três somalis.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,83 60,97
ZAR 4,66 4,75
EUR 66,81 68,07

22.06.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

UM dos temas mais debatidos nos últimos dias, no país, tem a ver com a ...
2017-06-28 07:45:45
UM jornal da praça publicou recentemente uma entrevista concedida pelo ...
2017-06-28 07:43:52
CONTRA as minhas próprias convicções, sou impelido a concordar ...
2017-06-27 06:45:03
ESTÁ um frio do catano. Me penetra até aos ossos, que os imagino ...
2017-06-27 06:43:12
EM 1975, eu ainda era pequeno. Com a idade que tinha, naturalmente não me ...
2017-06-26 07:35:13