UM tribunal japonês decidiu ontem, pela primeira vez, que o Governo de Tóquio tem responsabilidades no desastre nuclear de Fukushima, em 2011, exigindo-lhe, e à operadora da central, o pagamento de indemnizações num total de 38,6 milhões de yens (23,965,800 milhões de meticais). Lembre-se que um enorme tsunami provocado pelo sismo de magnitude 9,0 destruiu a central nuclear de Fukushima Daiichi, na costa nordeste do Japão, a 11 de Março de 2011. A água sobrecarregou o sistema de arrefecimento dos reactores e levou à fusão de três deles, lançando radiação numa vasta área, naquele que foi o pior desastre no Japão desde a II Guerra Mundial e o maior acidente nuclear do mundo desde Chernobyl em 1986. Mais de 10 mil pessoas que fugiram da região devido aos riscos de radiação interpuseram vários processos conjuntos contra o Governo e a operadora Tokyo Electric Power Co (TEPCO).

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 68,74 68,84
ZAR 5,42 5,43
EUR 73,76 73,87

17.03.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

É DELICADO o assunto que trago para esta semana, porque susceptível de ...
2017-03-22 07:46:11
NA semana passada, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) ...
2017-03-23 23:30:00
DEMOCRACIA é um conceito actualmente usado, de forma arbitrária, em ...
2017-03-22 23:30:00
TIVE há dias o privilégio de escalar a cidade de Monróvia, a ...
2017-03-24 23:30:00
NUMA iniciativa pouco comum entre nós, a Ordem dos Advogados de ...
2017-03-23 23:30:00