O PARLAMENTO federal do Iraque votou ontem contra a realização de um referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano previsto para dia 25 próximo, e os deputados curdos abandonaram a sessão em sinal de protesto. O presidente do Parlamento, Salim al-Juburi, considerou que a votação visa manter “a unidade territorial e do povo iraquiano”. O resultado da votação, acrescentou, “impõe ao primeiro-ministro a tomada de todas as medidas para proteger a unidade do Iraque e a abertura de um diálogo sério” com as autoridades da região autónoma do Curdistão iraquiano (norte). Os curdos do Iraque, que representam 15 a 20 por cento de uma população de 37 milhões, têm enfrentado décadas de repressão pelo governo de Bagdad e só adquiriram uma autonomia após a primeira Guerra do Golfo, em 1991.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00
MAIS um Dia dos Namorados, também conhecido por Dia de São Valentim, ...
2018-02-22 00:30:00
A MULTINANCIONAL Sasol, empresa sul-africana que explora e comercializa o gás ...
2018-02-22 00:30:00