O PARLAMENTO federal do Iraque votou ontem contra a realização de um referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano previsto para dia 25 próximo, e os deputados curdos abandonaram a sessão em sinal de protesto. O presidente do Parlamento, Salim al-Juburi, considerou que a votação visa manter “a unidade territorial e do povo iraquiano”. O resultado da votação, acrescentou, “impõe ao primeiro-ministro a tomada de todas as medidas para proteger a unidade do Iraque e a abertura de um diálogo sério” com as autoridades da região autónoma do Curdistão iraquiano (norte). Os curdos do Iraque, que representam 15 a 20 por cento de uma população de 37 milhões, têm enfrentado décadas de repressão pelo governo de Bagdad e só adquiriram uma autonomia após a primeira Guerra do Golfo, em 1991.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,77 61,93
ZAR 4,65 4,74
EUR 72,73 74,12

14.09.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ dias, um amigo sugeriu-me que trouxesse à reflexão, neste ...
2017-09-25 19:33:03
Gerado por pais católicos e o primeiro sacramento com apenas um mês de ...
2017-09-25 19:28:40
EU não imaginava que 10 anos após a publicação da ...
2017-09-24 23:30:00
FOMOS, há dias, invadidos por um estranho comportamento de um grupo de ...
2017-09-24 23:30:00
QUANDO entrou no transporte semi-colectivo de passageiros, não sei aonde, com ...
2017-09-24 23:30:00