OS deputados da Guatemala rejeitaram, na segunda-feira, levantar a imunidade do Presidente Jimmy Morales, após uma comissão parlamentar o ter recomendado para abrir caminho a um eventual julgamento por alegado financiamento eleitoral ilícito. Apenas 25 dos 129 deputados presentes apoiaram a recomendação da comissão parlamentar que, na noite de domingo, chegou ao consenso de que se devia levantar a imunidade do Presidente da Guatemala para a justiça poder averiguar se ocultou informação financeira do seu partido. Segundo a investigação inicial, o partido Frente de Convergência Nacional-Nação (FCN-Nación) terá ocultado informação sobre pelo menos 6,7 milhões de quetzales (768 mil euros) que o partido recebeu para financiar a sua campanha eleitoral em 2015, altura em que Jimmy Morales ocupava o cargo de secretário-geral.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,29 61,43
ZAR 4,28 4,36
EUR 70,24 71,57

06.11.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

NA minha permanente nostalgia da infância, lembro-me que era costume a ...
2017-11-17 23:30:00
ELE não estará na cerimónia. A irmã mais nova ...
2017-11-17 23:30:00
CONTA-SE que no último dia de um certo ano lectivo, algures numa escola ...
2017-11-17 23:30:00