PELO menos 80 pessoas morreram desde 31 de Dezembro no estado de Benue, no centro da Nigéria, em confrontos entre fazendeiros e criadores de gado, com fuga de milhares de pessoas, anunciou ontem um responsável local. A violência entre criadores de gado, na maioria muçulmanos, e agricultores cristãos intensificou-se após o ano novo, por causa de uma nova lei que proíbe que os criadores de gado nómadas se desloquem dentro do estado. “Oitenta é o número que podemos indicar, por agora. Os ataques não acabaram”, declarou o secretário executivo encarregado das situações de emergência do estado de Benue, Emmanuel Shior, citado pela agência noticiosa francesa AFP. “O número (de deslocados) é agora de 80 mil porque os assassínios continuaram e algumas pessoas de outros estados acorrem agora a Benue”, acrescentou Shior, a partir da capital estadual, Makurdi.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00