Opinião

Politica

A CAMPANHA de educação cívica que estava prevista para arrancar amanhã foi suspensa, devido à ocorrência de calamidades naturais nas regiões centro e ...

sexta, 22 março 2019
Leia +

Nacional

O NÚMERO de afectados pelas cheias nas margens dos rios Zambeze, Revúbuè e Chire, na província de Tete, subiu para 53.926 pessoas, contra as 50.614 registadas até o ...

sexta, 22 março 2019
Leia +

Autárquicas 2018

O PRESIDENTE do Conselho Autárquico da Cidade de Maputo, Eneas Comiche, desafiou ontem o vereador do pelouro de Protecção e Segurança, Manuel Zandamela, a consolidar o ...

quarta, 13 fevereiro 2019
Leia +
Pub
SN

Desporto

A SELECÇÃO Nacional de futebol, os “Mambas”, encontra-se desde a noite de ontem em Bissau onde amanhã mede forças com a sua congénere da ...

sexta, 22 março 2019
Leia +

Economia

ESPECIALISTAS que preparam a 52.ª reunião dos ministros das Finanças, Desenvolvimento e Planeamento de África (CoM 2019), concordaram que o processo de ...

sexta, 22 março 2019
Read more

Tecnologias

O PROCESSO de migração do sinal de transmissão analógico para o digital será, finalmente, efectivo em Dezembro próximo, segundo garantias dadas pelo ...

sexta, 22 março 2019
Leia +

A DELEGAÇÃO do Instituto Nacional de Gestão das Calamidades em Tete considera positiva a resposta das comunidades na assimilação de matérias de capacitação por parte dos produtores agrícolas, no que respeita ao uso e disseminação de técnicas elementares e caseiras de agro-processamento de produtos agrícolas, com destaque para as hortícolas.

Os eventos de capacitação, que decorreram em algumas regiões dos distritos assolados pela seca e estiagem cíclica na região sul e centro da província, permitiram as comunidades melhorarem a dieta alimentar no seio das famílias, para além de arrecadação de receitas para suprir as suas necessidades pontuais.

Segundo Joaquim Curipa, delegado do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades em Tete, o programa deu impulso ao aproveitamento integral das hortícolas que são produzidas ao longo da segunda época da campanha agrária e a acção tem objectivos fundamentais a redução da vulnerabilidade das famílias abrangidas pela seca.

“As hortícolas são facilmente perecíveis, após a colheita diferentemente dos cereais. Por isso, estamos a facilitar as comunidades as técnicas caseiras de baixo custo para o agro-processamento para permitir-lhes o aproveitamento e conservação dos produtos para um longo período” - disse Curipa.

Para as zonas secas, os governos locais, em coordenação com a Delegação do Instituto Nacional de Gestão das Calamidades, está a mobilizar as comunidades para o aproveitamento integral das zonas baixas, produzindo culturas como hortícolas de ciclo vegetativo curto.

A população, de acordo com o delegado do INGC em Tete, tem correspondido aos apelos dirigidos e para não se desperdiçar a produção foram formados comités que têm a responsabilidade de disseminação dos ensinamentos, particularmente de processamento e armazenagem dos produtos agrícolas para a sua melhor conservação.

Entretanto, os grupos associados na produção agrícola criados nos distritos de Mutarara, Changara e Cahora-Bassa, compostos por 19 elementos, receberam noções básicas sobre a agricultura de conservação em eventos organizados pelas entidades ligadas à Direcção de Agricultura e Segurança Alimentar em coordenação com o INGC.

Desde a sua implementação o ano passado, o programa está a registar impacto positivo no seio das comunidades abrangidas, onde hoje surgem nos mercados locais produtos processados devidamente como consequência dos ensinamentos.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction