Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

A província de Nampula recenseou, até quinta-feira, último dia do processo, 1.081.490 potenciais eleitores, o que representa 92.37 por cento da meta projectada.

segunda, 21 maio 2018
Leia +

Economia

O Ministério da Indústria e Comércio, com o apoio do Grupo Banco Mundial, realiza hoje, em Maputo, o lançamento de um estudo do “Doing Business” a nível ...

domingo, 20 maio 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

O FERROVIÁRIO de Maputo recebeu e derrotou ontem, no Estádio da Machava, a Liga Desportiva, por 1-0, e alargou a vantagem sobre os concorrentes ao primeiro lugar do ...

domingo, 20 maio 2018
Leia +

Nacional

A HIDROELÉCTRICA de Cahora Bassa (HCB) desembolsou 25.7 milhões de meticais (cerca de 429 mil dólares americanos) para a construção de um centro de saúde ...

segunda, 21 maio 2018
Leia +

Moçambique e Uganda decidiram reactivar a formação e capacitação militar dos seus quadros do exército nos dois países, no âmbito do relançamento da cooperação no domínio da defesa e segurança.

O anúncio foi feito pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação moçambicano, José Pacheco, após assinatura do acordo geral de cooperação, e do memorando de entendimento para consultas políticas e diplomáticas, na quinta-feira, no quadro da visita de três dias que o presidente ugandês efectuou ao país.

Segundo o chefe da diplomacia moçambicana, a nível da defesa e segurança os laços históricos entre as duas nações remontam há 50 anos. Numa primeira fase, quando Moçambique estava na rota da libertação nacional, o então líder da resistência ugandesa Yoweri Museveni visitou as zonas libertadas. Depois da independência (1975), um grupo de combatentes do Uganda, chefiado por Museveni, esteve em Montepuez, Cabo Delgado, a receber treinamento militar para libertação do regime ditatorial de Idi Amin que existia no Uganda.

Esta experiência ditou os mecanismos de cooperação no âmbito da defesa e segurança para a troca de informação e o uso da capacidade dos dois países na formação de oficiais moçambicanos no Uganda e oficiais ugandeses em Moçambique.

“No caso específico, Moçambique manifestou agora a disponibilidade de usar a sua capacidade de recursos naturais hídricos para capacitação, na especialidade de fuzileiros ugandeses”, disse Pacheco.

O grande interesse em reavivar a cooperação militar pode ser atestado pela agenda do Presidente Yoweri Musseveni. Na sexta-feira esteve reunido, à porta fechada, com combatentes da luta de libertação nacional e no sábado efectuou uma visita ao Centro de Instrução Militar Básica de Montepuez onde, segundo José Pacheco, “não era só para matar saudades, mas também para poder olhar na actualidade como é que Montepuez está, tendo em conta que foi lá onde beneficiou de treino político militar.”

Para além da defesa e segurança, os dois países identificaram ainda as áreas de política e diplomacia, agricultura, indústria e comércio e turismo como prioritárias para relançar a cooperação bilateral.

Em relação à componente específica de política e diplomacia, as duas partes acordaram que até Agosto deverão realizar, no Uganda, a reunião da comissão mista permanente para analisar a operacionalização da implementação do Acordo Geral de Cooperação.

Sábados

CLICKADAS

...

A ROTA do desenvolvimento é uma peregrinação cheia de ...

TEMA DE ...

NO princípio do ano o Conselho Municipal da Cidade de Maputo prometeu ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction