A Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE) intensificou, desde o último fim-de-semana, o seu trabalho inspectivo na província de Sofala para evitar a especulação de preços de produtos, sobretudo de primeira necessidade.

Para a operacionalização da iniciativa, a INAE-Sede despachou uma equipa de inspectores àquela província para se juntar às brigadas da delegação local.

Segundo o porta-voz do INAE, Ali Mussa, que falava hoje, numa conferência de imprensa, em Maputo, o trabalho em curso visa garantir que os operadores económicos não vendam produtos acima do preço normal, alegando dificuldades de sua aquisição, devido aos efeitos do ciclone “Idai”, que fustigou aquela província.

Mussa informou, na ocasião, que desde o início do presente mês a esta parte (dia 21) a INAE inspeccionou 1179 unidades económicas e apreendeu diversos produtos fora do prazo, avaliados em 122 mil meticais, e que  constituíam, desta forma, um atentado à saúde pública.

No mesmo período, o porta-voz referiu que diferentes unidades económicas foram multadas e outras suspensas de exercer actividades, devido a várias irregularidades, tal como o caso de exercício do comércio sem licença, problemas de falta de higiene e limpeza, não fixação de preços, má conservação de produtos, entre outros factores.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction