Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

Opinião

Politica

Pelo menos 14 cidadãos de nacionalidade etíope foram repatriados, segunda-feira, pelo Serviço de Migração na província central de Manica. Os imigrantes ...

quarta, 12 dezembro 2018
Leia +

Nacional

A Polícia da República de Moçambique (PRM) afirma estar pronta para fazer face às situações, que possam perturbar a ordem e segurança públicas ...

quarta, 12 dezembro 2018
Leia +

Autárquicas 2018

A VOTAÇÃO nas oito mesas cujos resultados foram anulados pelo Conselho Constitucional na autarquia de Marromeu, em Sofala, deverá ser repetida até ao dia 25 de Novembro ...

quinta, 15 novembro 2018
Leia +
Pub
SN

Desporto

FERROVIÁRIO da Beira, UD Songo (pela Série A), Maxaquene e Ferroviário de Maputo (pela B) são os semi-finalistas do Campeonato Nacional de Juvenis que decorre na capital ...

quarta, 12 dezembro 2018
Leia +

Economia

O Governo aprovou ontem um decreto, que prorroga o prazo do contrato de concessão da Hidroeléctrica de Cahora Bassa por mais 15 anos, a partir de 2033, anunciou o Conselho de Ministros ...

quarta, 12 dezembro 2018
Read more

Tecnologias

O advento do jornalismo digital já dita a necessidade de os órgãos de comunicação social apostarem na transição do actual modelo clássico para ...

quarta, 12 dezembro 2018
Leia +

O MINISTÉRIO dos Recursos Minerais e Energia anuncia para hoje a entrada em vigor de novos preços de combustíveis. Deste modo, o litro da gasolina, que custava 65.1 meticais, passa a ser vendido ao público por 66.03 meticais; o gasóleo registou um aumento de 61.16 meticais para 62.92 meticais, enquanto o petróleo de iluminação baixou de 50.45 meticais para 50.33 meticais.

Em conferência de imprensa ontem, em Maputo, o director nacional de Hidrocarbonetos e Combustíveis, Moisés Paulino, disse que o GPL (gás de cozinha), que era vendido a 65.18 meticais, registou uma descida para 60.94 meticais. O gás natural veicular passa a ser comercializado a 31.97 meticais contra os anteriores 31.54 meticais.

“Actualizamos os preços dos combustíveis com base no Decreto 45/2012 de 28 de Dezembro, que no seu artigo 67º obriga a que façamos ajustamentos numa base mensal, existindo condições para isso”, disse.

De acordo com Moisés Paulino, os novos preços são o resultado do cálculo que foi feito em função da realidade do custo do crude no mercado internacional e a influência da taxa de câmbio.

“O Governo continuará a subsidiar os segmentos da sociedade como transportes semicolectivos de passageiros, a agricultura, produção de energia em sistemas isolados e pesca artesanal”, disse.

Na mesma ocasião, Martinho Guambe, da Associação das Empresas Petrolíferas de Moçambique (AMAPETROL), referiu que a situação dos preços do crude no mercado internacional está a contribuir para o encarecimento da importação.

Por seu turno, o director geral da Importadora Moçambicana de Petróleos (IMOPETRO), João Macanja, não excluiu a possibilidade de novas revisões em alta no futuro, tomando em consideração que o crude custa actualmente 78 dólares norte-americanos, valor nunca atingido desde 2014.

A última revisão dos preços dos combustíveis no país foi feita em Março.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction