Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

A BARRAGEM de Corumana, localizada no distrito da Moamba, anteriormente vocacionada para alimentar o sistema de irrigação e uma produção reduzida de energia eléctrica, vai passar, na próxima época chuvosa, a reforçar o abastecimento de água às cidades de Maputo e Matola, e ainda a vila de  Boane.

Tal vai ajudar a colmatar as restrições de água, que as três regiões do país enfrentam desde Janeiro.

Para o efeito, segundo o director-geral da Administração Regional das Águas do Sul (ARA-Sul), Hélio Banze, está a ser construída uma conduta de cerca de 95 quilómetros, que vai permitir o fornecimento de água da barragem para o Centro Distribuir da Machava.

O sistema será alimentado pela Estação de Tratamento de Sábiè, que também estará operacional na mesma altura.

A empreitada está sob a alçada do Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG), num valor de 178 milhões de dólares, e contempla a construção de uma estação de tratamento de água com capacidade para 60 mil metros cúbicos deste recurso por dia, o lançamento de cerca de 95 quilómetros de condutas de transmissão, com uma capacidade de 120 mil metros cúbicos diários, bem como reservatórios, estações de bombagem e outras obras anexas. O mesmo irá beneficiar um universo de 560 mil novos consumidores de áreas não servidas em Maputo e Matola.

De acordo com o director-geral da ARA-Sul, que falava recentemente no contexto de um seminário de capacitação dos técnicos em matéria de “procurement”, disse que a actual disponibilidade de água na Barragem de Corumana anima a instituição que dirige.

“Quando iniciou a época chuvosa, estávamos com aproximadamente 7 por cento da capacidade instalada na barragem e terminámos nos 60 por cento, um aumento que nos deixa satisfeitos. A barragem tem a capacidade de retenção de 880 milhões de metros cúbicos de água. Actualmente, a mesma tem disponíveis 588 milhões de metros cúbicos”, explicou.

Por seu turno, Calisto Mabote, director da Unidade de Gestão da Bacia do Incomáti, avançou que a ARA-Sul está a projectar a colocação de comportas no descarregador de cheias da Barragem de Corumana ainda este ano. O empreendimento deverá permitir o aumento substancial da capacidade de armazenamento.

Afirmou que a barragem passará a ter a capacidade de pouco mais de 1240 milhões de metros cúbicos, viabilizando o aproveitamento para o abastecimento de água à cidade de Maputo, para agricultura e produção de energia.

“O financiamento para a instalação das comportas já existe, faltando apenas pormenores para que as obras arranquem efectivamente”, disse.

Sábados

CLICKADAS

TEMA DE ...

A multiplicidade étnica e religiosa é, sem dúvida, uma ...

...

A busca por um sistema educacional que incluísse as línguas, ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction