MUNÍCIPES da cidade e província de Maputo respiram de alívio, após o anúncio da redução do preço do gás doméstico, de 70,32 para 40,57 meticais, anunciado terça-feira pelo Ministério dos Recursos Minerais e Energia.

Domingos Chavane, que reside em Mateque, distrito de Marracuene, província de Maputo, disse que no seu bairro a botija de gás de 11 quilos chegou a custar 850 meticais e agora vai comprar a mesma por 500 meticais, o que é um grande alívio.

“Para as famílias desfavorecidas, é uma vantagem, principalmente se se olhar para o salário mínimo. Esta queda alivia as despesas, visto que o gás é de extrema importância. Por outro lado, o saco de carvão custa, actualmente, cerca de 1200 meticais, facto que nos levará a optar pelo gás”, apontou Chavane.

A fonte disse ter ficado surpreendida pela percentagem de queda do custo de botija de gás e espera que os vendedores de carvão se sintam pressionados a baixar o preço deste combustível lenhoso que já chegou a 2000 meticais.

Abreu Luanda, do bairro Hulene, afirmou que a redução é bem-vinda, mas deseja que todos os produtos de primeira necessidade continuem a baixar.

“Agora vou preferir comprar gás do que carvão e estou a pensar usá-lo até para cozinhar feijão, o que não fazia antes”, disse Luanda.

Por seu turno, Sandra Chicuamba, do bairro do Jardim, na cidade de Maputo, referiu que a medida vai ter um impacto positivo, uma vez que o gás passará a ser a melhor opção para a cozinha.

Alzira Matusse, residente de Khongolote, apontou que há uma tendência de os produtos baixarem e o gás vai liderar a preferência nas cozinhas moçambicanas, comparado com o carvão vegetal que custa 1300 no seu bairro.

Xavito Cumbe, de Marracuene que antes comprava gás na cidade de Maputo por considerá-lo mais barato que na sua zona residencial, acrescentou que a sua família passava por aperto devido ao elevado preço do carvão que chega a custar 1200. Por vezes, disse a fonte, recorria à lenha para confeccionar os alimentos.

Egídio Chemane, gerente das bombas da EMAUTO, na avenida Karl Marx, anotou que com a nova tarifa, espera maior procura dos dois tipos de botijas comercializados na bomba.

A botija de 11 quilos (Galp) reduziu de 774 para 446 meticais. As outras marcas também sofreram uma redução de cerca de 50 por cento. Por exemplo, a botija de 9 quilos (Petrogás) passa a custar 337,  contra os anteriores 633 meticais; a de 14 quilos passa de 984.50 para 570 meticais; a de 19 quilos cai de 1336 a botija para 775 meticais e a de 48 sofre uma queda de 1400 meticais, descendo de 3350 para 1950.

 

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 14 Julho 2017
Arranca oficialmente hoje na cidade de Xai-Xai e na vila da Macia, província de Gaza, a XIII edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares, um dos maiores eventos bienais que o país organiza. Estes festivais são uma das manifestações da... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
NACALA-À-VELHA: A rota dos grandes investimentos
Quarta, 19 Julho 2017
DUAS novas centrais para conversão de gás natural em energia eléctrica, com potência estimada em 400 megawatts cada vão ser construídas no distrito de Nacala-à-Velha, facto que coloca novamente esta região, da província de Nampula, na órbita de grandes investimentos, depois da construção e... Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,16 61,29
ZAR 4,58 4,67
EUR 68,75 70,04

17.07.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

BALBÚRDIA é o substantivo que caracteriza, melhor, os primeiros dias ...
2017-07-20 06:06:53
TALVEZ seja pequeno demais para falar ainda sobre um dos embondeiros dos ...
2017-07-20 06:05:50
EM minha opinião, os comerciantes que vendem aos humanos produtos alimentares ...
2017-07-19 07:15:52
EM plena cidade de Paris, França, onde esteve de visita no passado dia 13 de ...
2017-07-19 07:14:12
“SE continuarmos unidos, nenhum vento nos vai abanar mas se estivermos ...
2017-07-19 07:12:41

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2590 visitantes em linha