O ABASTECIMENTO de água na cidade de Maputo vai continuar a decorrer normalmente, apesar da falta de chuva na presente estação seca.

A garantia foi dada ontem pela Empresa Águas da Região de Maputo ao Governo da cidade, preocupado com a provisão deste recurso à população.

O ponto de situação de abastecimento de água apresentado ontem por José Henriques, da Empresa Águas da Região de Maputo, indica que após o período de restrições no início do ano, actualmente a distribuição de água decorre a uma média de oito horas ao dia.

A título de exemplo, no Centro Distribuidor de Laulane a disponibilidade é de sete horas, oito para o de Maxaquene e nove para o do Alto-Maé e Chamanculo. 

O bairro de Chiango é o que apresenta mais problemas de abastecimento de água por se localizar no limite do sistema de distribuição. Por isso mesmo, deverá beneficiar de um novo centro de distribuição.

A empresa está também com as atenções centradas na construção e/ou reactivação de pequenos sistemas de distribuição de água nos bairros de Hulene, Mahotas, Magoanine e Ferroviário, cujas obras estão na fase final.

Igualmente, foram abertos furos nos bairros de Laulane e de Aeroporto, por apresentarem um elevado lençol freático, capaz de abastecer 25 metros cúbicos por dia. Enquanto isso, mais áreas estão a ser identificadas para o efeito.

Entretanto, José Henriques, representante da Águas da Região de Maputo, afirmou que a melhoria de abastecimento de água inclui estudos de capacidade hidráulica das áreas a serem abrangidas, acções que decorrem em colaboração com o FIPAG. 

De igual modo, está em carteira a construção de novos centros de distribuição de água, a ser captada da barragem de Corumana, no distrito da Moamba, projecto precipitado pela redução do caudal do rio Umbelúzi.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 15 Dezembro 2017
A ASSEMBLEIA da República aprovou, esta semana, as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2018. Trata-se de dois instrumentos importantes que vão orientar a acção governativa no próximo ano, com o intuito de... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Reinserção social em Sofala: Implementação de...
Quinta, 14 Dezembro 2017
Cerca de 14.800 combatentes registados na província central de Sofala, entre desmobilizados de defesa da soberania e democracia e veteranos da luta de libertação nacional, estão a melhorar as suas condições de vida, com a implementação, nos últimos tempos, de múltiplos projectos de reinserção social. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00
TERMINEI o último artigo manifestando pesar pelo facto de as obras de ...
2017-12-14 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1928 visitantes em linha