A Polícia abateu, na noite de sexta-feira, na Matola, sete presumíveis criminosos, que alegadamente vinham protagonizando assaltos a residências que culminavam muitas vezes com violação de mulheres e assassinatos.

Segundo o porta-voz da PRM na província de Maputo, Juarce Martins, o grupo vinha aterrorizando várias zonas no município da Matola, onde há dias terá sido o autor do assassinato, em Beluluane, de um chefe de família diante da esposa e filhos. Ontem, quando aparentemente preparavam mais uma acção, os presumíveis malfeitores foram seguidos pela Polícia, que se viu obrigada a disparar depois de aqueles desobedecerem uma ordem de paragem por via de um ataque com armas de fogo. O tiroteio deu-se no bairro Trevo, precisamente na zona da Frigo, quando os indivíduos faziam o trajecto Matola-Maputo.

“Uma unidade da PRM vinha seguindo o grupo, que se fazia transportar numa mini-bus de transporte semicolectivo, e deu ordem para que parassem, porque sabia quem eles eram. Ao invés de obedecerem à ordem abriram fogo contra a Polícia, ao que esta, em legítima defesa e a tentar deter os criminosos, respondeu, acabando por atingir mortalmente sete daqueles indivíduos”.

A Polícia diz ter chegado a esta quadrilha a partir de outros criminosos que deteve recentemente por se dedicarem a assaltos a residências e a pessoas na via pública com recurso a catanas e outros objectos contundentes.

Os indivíduos viajavam numa mini-bus de transporte semicolectivo de passageiros com a chapa de matrícula AEP-540-MP e com a faixa T3-Marracuene. Segundo Juarce Martins, três integrantes da quadrilha, que empunhavam armas AKM, conseguiram escapulir-se. Uma pistola foi apreendida na ocasião, tendo os fugitivos desaparecido com as AKM que usaram para enfrentar a Polícia.

A fonte acrescenta que foram accionadas ontem diligências para encontrar os foragidos bem como apurar a identidade do proprietário da viatura e as circunstâncias em que esta parou nas mãos dos criminosos.

Nas últimas semanas, a criminalidade voltou a tirar sono aos moradores de zonas como Matola-Rio, Beluluane, Tsalala ou Tchumene, em que quadrilhas, fazendo-se transportar em viaturas ligeiras ou mini-buses, fazem-se a residências para saquear, violar mulheres e crianças e matar.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
PRIMEIRO-MINISTRO VISITOU E FAZ A LEITURA: Niassa...
Terça, 20 Fevereiro 2018
O combate à criminalidade, melhoria da comercialização agrícola e do abastecimento de água potável e desenvolvimento de infra-estruturas são desafios que Niassa está a vencer paulatinamente, antevendo-se continuação de boas campanhas de produção, sobretudo nas culturas alimentares. Leia mais Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
  Normal 0 false false ...
2018-02-23 00:30:00
MAIS um Dia dos Namorados, também conhecido por Dia de São Valentim, ...
2018-02-22 00:30:00
A MULTINANCIONAL Sasol, empresa sul-africana que explora e comercializa o gás ...
2018-02-22 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1655 visitantes em linha