AS obras de construção da segunda fase da rua da Igreja, ligando a Avenida Cândido Mondlane à Praça dos Combatentes (Xikhelene), e a rua “B”, na KaTembe, cidade de Maputo, estão atrasadas devido a paralisações sucessivas imputadas à desorganização do empreiteiro Ceta - Engenharia e Construção.

O entendimento foi partilhado quarta-feira, em Maputo, pelo presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo (CMCM), David Simango, durante a visita que efectuou ao Distrito Municipal KaMpfumo para avaliar o grau de implementação do plano de actividade 2017 e acompanhar os investimentos em curso.

O dirigente disse estar a interagir com a construtura no sentido de retomar com os trabalhos e observar os prazos, uma vez que o município não está em dívida.

“As obras não estão a decorrer ao ritmo desejado, não por falta de pagamento por parte do município, mas por desorganização da Ceta. O município pagou à empresa o valor correspondente a execução das empreitadas”, disse.

Esclareceu ter contactado igualmente o fiscal das obras para verificar nos contratos os termos, condições e responsabilidades da empreitada, porque interessa ao município que a empreitada seja concluída o mais rápido possível.

“O nosso desejo é que os trabalhos sejam concluídos por este empreiteiro e se se revelar incapaz solicitaremos o segundo ou o terceiro concorrente. Nos concursos de empreitada são apurados três, daí que, se justificar, vamos solicitar outros intervenientes”, esclareceu. 

David Simango sublinhou que as obras estão a ser acompanhadas atentamente e qualquer decisão poderá ser tomada de acordo com a situação.

Entretanto, a Ceta reiniciou ontem, a “meio-gás”, a execução dos trabalhos na rua da Igreja, também chamada da rua da Linha, um projecto orçado em pouco mais de 170 milhões de meticais e compreende um troço de três quilómetros.

A primeira etapa desta rodovia consistiu na pavimentação do troço que vai da Avenida Cândido Mondlane à Estrada Circular, junto a ponte do Albasine.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 838 visitantes em linha