A CIDADE de Maputo tem vindo a registar um aumento da procura de serviços de fisioterapia e reabilitação devido a doenças ortopédicas e traumatologias.

Com efeito, só no primeiro semestre do ano em curso o sector assistiu 2.087 pessoas, uma subida na ordem de 38 por cento em relação a igual período de 2016, em que foram realizadas 1.694 consultas, correspondentes a 23 por cento.

As doenças ortopédicas e as traumatológicas são as principais causas da procura de serviços fisioterapêuticos, tendo-se registado, no período em análise, 596 e 149 casos, respectivamente.

Apesar dos resultados animadores na reabilitação em resultado de aprovisionamento de mais recursos humanos e de infra-estruturas necessárias para o tratamento, o sector mostra-se preocupado com abandonos do tratamento por parte dos pacientes e parentes destes, alegadamente por se tratar de um procedimento demorado.

A propósito, Alice de Abreu, directora da Saúde ao nível da cidade de Maputo, que falava ontem por ocasião da celebração do Dia Mundial da Fisioterapia, apontou a redução do tempo de espera, a disponibilidade de equipamentos e a expansão dos serviços aos distritos municipais como principias desafios do sector.

“Gostaríamos de apelar aos pacientes e aos parentes destes para não interromperem o tratamento, pois o objectivo é ver mais pessoas, especialmente crianças, envolvidas neste processo de superação física e intelectual”, indicou Alice de Abreu.

“Temos resultados positivos. Diga-se que a fisioterapia faz milagres na saúde física das pessoas, contudo, há ainda desafios visando maior cobertura dos serviços”, acrescentou.

No mesmo diapasão, Lídia Chongo, representante do Ministério da Saúde (MISAU), enalteceu o esforço dos profissionais de fisioterapia pelo empenho na prestação de serviços, tendo apontado a necessidade de a sociedade pautar pela prática de actividades físicas regulares, alimentação saudável e medidas de prevenção de acidentes.

Entretanto, ainda ontem, os participantes da cerimónia, que decorreu sob o lema “Actividade Física pela Vida”, beneficiaram de diagnóstico e aconselhamento numa feira de saúde que teve como palco o Centro de Reabilitação Infantil da Malhangalene.

O momento foi usado também para sessões de yoga e de música na voz da cantora Pureza Wafino.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1689 visitantes em linha