A cidade da Matola e a vila municipal de Boane, ambas na província de Maputo, estarão ligadas à capital moçambicana, a partir de Dezembro próximo, por um sistema integrado de transportes de passageiros composto por 16 automotoras e 100 autocarros.

Trata-se de um projecto denominado Metro-Bus, orçado em mais de um milhão de dólares, liderado pela empresa moçambicana Fleetrail, proprietária dos comboios, em parceria com a empresa Caminhos de Ferro de Moçambique, CFM, entidade detentora das infra-estruturas.

O navio transportando os comboios e respectivas carruagens atracou no Porto de Maputo, onde desde domingo último decorre o descarregamento do equipamento.

“Já temos os autocarros e a primeira encomenda dos comboios em Moçambique. Neste momento estamos na fase preparativa da operação, a nossa expectativa é que para o final do ano, o mais tardar até início de 2018, estejamos a operar,” disse a AIM o porta-voz da Fleetrail, Kim Cruz.

A fonte referiu que, actualmente, a Fleetrail está a trabalhar na definição dos custos do passe que será usado pelos passageiros no transporte integrado.

“O aderente ao nosso passe vai ter acesso, não só aos comboios, mas também aos nossos autocarros, com um único passe que vai permitir a livre circulação nos dois meios, a qualquer hora,” explicou.

Explicou que, com a entrada em funcionamento do sistema integrado de transporte, espera-se reduzir em cerca de 20 por cento o volume do tráfego automóvel nas principais vias de Maputo.
Os comboios metropolitanos com quatro carruagens cada, movidas a gasóleo e com capacidade de transportar 540 passageiros em cada unidade, foram adquiridos na Nova Zelândia.
(AIM)

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1319 visitantes em linha