A formação de longas filas e morosidade no atendimento foram algumas das características dominantes nos últimos dias de pagamento do Imposto Autárquico de Veículos (IAV), Taxa de Radiodifusão e outras obrigações municipais, em Maputo e Matola. Leia mais

Comments

OS transportadores semi-colectivos de passageiros que operam em diversas rotas que ligam ao Xipamanine, cidade de Maputo, paralisaram na manhã de ontem a sua actividade com o fundamento de que a Polícia Municipal está a multar os condutores que não têm carta com a categoria de serviços públicos.

Devido à falta da carta com esta categoria, a Polícia Municipal aplica multas que variam de cinco a dez mil meticais, para além de confiscar os documentos do automobilista e da viatura. A situação inquieta os “chapeiros”que decidiram partir para a paralisação.  

Estes entendem que as autoridades municipais deveriam ter avisado com antecedência para que tivessem tempo de regularizar a situação, uma vez que há muitos anos que operam nesta situação.

Acrescentaram que a maioria das viaturas que opera nesta rota não têm ficha de inspecção, licenças em dia e seguros, mas a Polícia permitia que eles desenvolvessem a actividade.

“A condição para reavermos os documentos é o pagamento imediato das multas e nós não temos esse dinheiro. Estamos cansados, daí que vamos paralizar as actividades até se resolver o problema”, esclarecersam.

No entanto, na manhã de ontem, o Conselho Municipal de Maputo convocou uma conferência de imprensa para esclarecer que estão em curso reformas, com vista à reorganização da actividade de transporte público de passageiros.

João Nhaca, vereador do pelouro de Transportes e Trânsito, clarificou que uma das acções tem a ver com o aumento da frota dos autocarros, integração dos diferentes tipos de transporte e melhoramento do sistema de gestão do tráfego.

“”Estamos a fiscalizar todo o tipo de viaturas com vista a melhorar o sistema de transporte em diferentes rotas da cidade”, disse.

Neste momento, segundo Nhaca, está em curso um trabalho com a Agência Metropolitana de Maputo, no sentido de introduzir o sistema de bilheteira electrónica e passe único. Para além disso, tal como referiu, decorrem trabalhos de manutenção de rotina de estradas para melhorar a transitabilidade.

Comments

Trabalhadores dos Correios de Moçambique poderão ser reformados, antecipadamente, nos próximos tempos, no quadro de um programa de reestruturação da empresa, segundo um comunicado enviado ao “Notícias”, após a paralisação laboral registada esta semana.

A medida prevê abranger cerca de trezentos e sessenta e dois trabalhadores, de acordo com um plano de reestruturação apresentado pela empresa ao Governo e já aceite, que inclui o pagamento de dívidas com colaboradores e fornecedores acumuladas ao longo de mais de uma década.

Para o efeito, uma comissão multissectorial foi já criada ao abrigo do despacho conjunto dos ministros da Economia e Finanças e Transportes e Comunicações, Banco de Moçambique e do sindicato do ramo, encontrando-se neste momento empenhado na venda de cinco imóveis identificados para financiar a operação.

No mesmo quadro, será lançado um concurso público para a selecção de uma empresa que deverá elaborar a proposta de optimização dos recursos humanos.

Comments

A cidade da Matola acolhe hoje,a partir das 19.00horas, a primeira edição do Astro Festival, um evento culturalcom o qual sepretende elevar o nível de realizações artísticas naquela autarquia e que terá como artistasde cartaz os músicos Chico António, Dino Miranda, Pica Tembe e Zinaida Zualo.

Vão actuar, igualmente, os Djs Djuluka, VIP e Keez (Moçambique) e Afrii Sparta (África do Sul).

De acordo com Abel Dove, produtor do festival, é intenção dos organizadores tornar a iniciativa uma realizaçãoanual, levando ao público diversas propostas musicais de Moçambique e do mundo, visando afirmar cada vez mais o conteúdo artístico local.

“Há uma necessidade de diversificar os programas recreativos e de lazer,na Matola,e para isso é importante que mais iniciativas sejam criadas para atrair o público matolense”, explicou.

Comments

UM incêndio de médias proporções deflagrou, na noite de quarta-feira, no serviço de Anatomia Patológica do Hospital Central de Maputo (HCM), causando danos materiais consideráveis na sala de macroscopia e arquivo. Leia mais

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction