O antigo ministro dos Transportes e Comunicações, Paulo Zucula, foi detido no âmbito das investigações sobre o caso Odebrecht/Aeroporto de Nacala, segundo escreve a Carta, na sua edição de hoje.

Segundo o diário electrónico, o processo numero 58/GCCC/17’ IR, em investigação no Gabinete Central de Combate a Corrupção, constituiu dois arguidos, nomeadamente Paulo Zucula e Manuel Chang.

De acordo com a Carta, Zucula eh acusado de ter recebido subornos no valor de 135 mil dólares norte americanos.

A Odebrechet declarou as autoridades judiciais moçambicanas ter feito pagamentos, no período de 20111 a 2014, de 900 mil dólares norte americanos a altos funcionários do Governo durante o processo de construção do Aeroporto Internacional de Nacala.

A legalização da prisão será feita, ainda segundo o mesmo diário.

Comments

Vão hoje a enterrar pelas 15 horas, no Cemitério de Lhanguene, em Maputo, os restos mortais do Doutor Augusto Manuel Duarte, antigo Procurador Adjunto da República, falecido no passado domingo, no Instituto do Coração, vitima de doença.

Segundo um comunicado a que o Noticias Online teve acesso, o velório do finado terá lugar pelas 13 horas de hoje, nos Paços do Conselho Municipal da Cidade capital do pais.

A Procuradora Geral da República, a hierarquia do Ministério Público, magistrados e funcionários, lamentam com magoa e consternação, o desaparecimento físico do antigo magistrado.

Comments

 

A companhia petrolífera ExxonMobil está a apoiar a educação de raparigas carenciadas,que foram acolhidas pelo lar Mamana Wa Kurula,em Boane, província  de Maputo.

Para o efeito, a ExxonMobil entregou um edifício multifuncional,ontem, em Boane, equipado com uma sala de informática,cinco computadoresecom acesso ilimitado à internet durante um ano, dispondo também deuma biblioteca, dois quartos mobilados e uma casa de banho, num investimento orçado em 80 mil dólares. 
“As instalações permitem que as crianças do orfanato e da comunidade tenham melhor acesso àinformação,que permitirá melhor desempenho escolar”, disse o director geral da ExxonMobil Moçambique, Jos Evens.
“Acreditamos que estas instalações ajudarão a comunidade e as raparigas deste orfanato nos seus estudos e na integração na sociedade”, frisou, segundo a AIM.
A iniciativa da ExxonMobil é fruto de um memorando de entendimento assinado com o Ministério do Género, Criança e Acção Social,em Dezembro de 2018, que visa promover actividades em conjunto para proteger e melhorar a qualidade devida das crianças e famílias moçambicanas.
A Ministra do Género, Criança e Acção Social, Cidália Chaúque, que também testemunhou o evento, apelou às raparigas do orfanato Mamana Wa Kurula para que continuem a estudar, pois elas serão as futuras dirigentes do país.
“Para podermos melhorar a nossa condição social precisamos de estudar. Cuidem muito bem desta casa, cuidem muito bem das nossas educadoras, respeitem as educadoras,porque esta é que é a nossa maior responsabilidade”, disse.
“Com o equipamento que está aqui vocês vão poder desenvolver muito mais e vão poder desenvolver outras actividades. Por isso, este bairro tem esta sala multi-usoe a partir do nosso parceiro vamos poder ter mais e mais apoios, mas para que isso aconteça é preciso que nós cumpramos, que nós conservemos”, advertiu.

A ministra sublinhou que a retenção das raparigas nas escolas também é um contributo inestimável para a redução dos casamentos prematuros.
“Nós pensamos que neste lar, nesta família,vão poder preservar os direitos da criança até concluírem o ciclo e continuarem a desenvolver este país. Gostaríamos de agradecer e dizer parabéns,por termos conseguido encontrar melhores condições”, afirmou a governante.
As meninas do lar, por seu turno, agradeceram o gesto da ExxonMobil,pedindopara que continue a apoiar iniciativas similares. 
“O nosso bom aproveitamento escolar faz parte do nosso futuro. Nós temos esta oportunidade,que agradecemos, porque é raro alguém encontrar uma ajuda como esta,que nos apresenta a ExxonMobil”, disse Narryan Hiyen, de 16 anos de idade.
Órfã de pais, Hiyen é uma das 40 meninas acolhidaspelo lar Mamana Wa Kurula,quando tinha apenas nove anos. 

 

Comments

ESTUDANTES da Escola Superior de Ciências Náuticas marcharam, na manhã de ontem, até ao Ministério dos Transportes e Comunicações, em protesto contra opagamento de propinas por alunos bolseiros e elevados custos para a aquisição do uniforme. Leia mais

Comments

Vários estudantes da Escola Superior de Ciências Náuticas, na cidade de Maputo, marcharam na manhã de hoje para o Ministério dos Transportes e Comunicações em protesto contra a cobrança de propinas aos bolseiros e o elevado custo do uniforme.

A Polícia da República de Moçambique a nível da cidade de Maputo, solicitada a intervir, explicou aos manifestantes que os protestos são ilegais dada a natureza paramilitar, por isso, as suas inquietações devem ser dirimidas por outros mecanismos.

Na ocasião uma comissão foi nomeada para dialogar com uma representação do Ministério dos Transportes e Comunicações, com vista a encontrar soluções para o diferendo.

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction