Trabalhadores dos Correios de Moçambique poderão ser reformados, antecipadamente, nos próximos tempos, no quadro de um programa de reestruturação da empresa, segundo um comunicado enviado ao “Notícias”, após a paralisação laboral registada esta semana.

A medida prevê abranger cerca de trezentos e sessenta e dois trabalhadores, de acordo com um plano de reestruturação apresentado pela empresa ao Governo e já aceite, que inclui o pagamento de dívidas com colaboradores e fornecedores acumuladas ao longo de mais de uma década.

Para o efeito, uma comissão multissectorial foi já criada ao abrigo do despacho conjunto dos ministros da Economia e Finanças e Transportes e Comunicações, Banco de Moçambique e do sindicato do ramo, encontrando-se neste momento empenhado na venda de cinco imóveis identificados para financiar a operação.

No mesmo quadro, será lançado um concurso público para a selecção de uma empresa que deverá elaborar a proposta de optimização dos recursos humanos.

Comments

A cidade da Matola acolhe hoje,a partir das 19.00horas, a primeira edição do Astro Festival, um evento culturalcom o qual sepretende elevar o nível de realizações artísticas naquela autarquia e que terá como artistasde cartaz os músicos Chico António, Dino Miranda, Pica Tembe e Zinaida Zualo.

Vão actuar, igualmente, os Djs Djuluka, VIP e Keez (Moçambique) e Afrii Sparta (África do Sul).

De acordo com Abel Dove, produtor do festival, é intenção dos organizadores tornar a iniciativa uma realizaçãoanual, levando ao público diversas propostas musicais de Moçambique e do mundo, visando afirmar cada vez mais o conteúdo artístico local.

“Há uma necessidade de diversificar os programas recreativos e de lazer,na Matola,e para isso é importante que mais iniciativas sejam criadas para atrair o público matolense”, explicou.

Comments

UM incêndio de médias proporções deflagrou, na noite de quarta-feira, no serviço de Anatomia Patológica do Hospital Central de Maputo (HCM), causando danos materiais consideráveis na sala de macroscopia e arquivo. Leia mais

Comments

Está confirmado o rapto do empresário, C. Camurdine, com idade acima de 60 anos, ligado às representações da Samsung e da Socimpex, um acto ocorrido no princípio da noite de ontem, na cidade de Maputo.

Para o efeito, o comando da Polícia na cidade de Maputo convocou hoje a imprensa para confirmar, que cerca das 18.30h, de ontem, três homens mascarados, fazendo-se transportar numa viatura de marca Toyota Corola, cor cinzenta, munidos de duas armas de fogo do tipo AKM, ameaçaram e raptaram o empresário ligado aquelas firmas.

Segundo Leonel Muchina, porta-voz da Polícia, os raptores fizeram vários disparos para intimidar e forçar o empresário a entrar na viatura, quando saía da loja da Samsung localizada na esquina entre as avenidas 25 de Setembro e Obadias Muianga, quase em frente da Feira Popular de Maputo.

Muchina disse ter havido pânico no local devido aos disparos, sem causar ferimentos, contudo, os funcionários, que presenciaram o acto trataram de comunicar às autoridades por volta das 19 horas.

Neste contexto, desde o registo da ocorrência, os agentes da Polícia da República de Moçambique e dos Serviços Nacionais de Investigação Criminal (SERNIC), encontram-se no terreno com vista a neutralizar e responsabilizar os raptores e devolver a vítima ao convívio familiar, explicou a fonte.

Neste momento, todas as nossas linhas de investigação estão abertas no sentido de identificar os autores deste sequestro, que já está no SERNIC, elucidou Muchina.

Comments

UMA falha de notificação de uma dos seis co-réus do caso de falsificação de passaportes no Serviço Nacional de Migração (SENAMI) ditou o adiamento do julgamento previsto para ontem, dia 3 de Maio.

Com efeito, a ré Cidália dos Santos deveria ter sido transportada daPenitenciária Preventiva de Maputo (antiga Cadeia Civil) para o Tribunal Judicial de KaMpfumu, na cidade de Maputo, o que não chegou a acontecer porque não foi notificada, para que estivesse presente na sessão de ontem.

O estabelecimento penitenciário alegou não ter sido notificado para conduzir a ré, a única detida em conexão com o caso de emissão do passaporte falso a favor de Momade Assif Abdul Satar (Nini), facto que obrigou o juiz da causa a remarcar o julgamento.

Compareceram ao tribunal os co-réus Julieta Mbimbe, Maurício Penquene, Inocência Matsinhe, Arnalda Zefanias e Odete Mate, todos funcionários do SENAMI, que estão a ser julgados em liberdade, acusados do crime de uso de um sistema paralelo de produção de passaportes e outros documentos de viagem falsos.

O esquema foi despoletado no ano passado, quando um indivíduo  foi encontrado a transportar num “txopela”, em direcção à fábrica, vários processos para a emissão de passaportes, num esquema paralelo ao da instituição.

Os arguidos estão afectos ao sector de atendimento público e produção de documentos. Nos envelopes transportados no referido “txopela” havia indicação dos nomes dos remetentes e receptores dos documentos.

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction