QUARENTA moçambicanos partiram, este ano, para formação em universidades indianas, em diversas áreas do saber, com destaque Agricultura, Economia e Arte.

A ida destes cidadãos à Índia acontece no contexto do programa de bolsas de estudo que este país coloca à disposição de países africanos, incluindo Moçambique, que têm anualmente 120 vagas para colocar seus estudantes e funcionários públicos, em cursos de curta e longa duração.

Fonte do Alto-Comissário da Índia em Moçambique disse notar com satisfação o nível de interesse e adesão que muitos cidadãos nacionais têm de se formar neste país asiático, também a título individual.

Entre os últimos bolseiros deste ano, está Apurva Ivânia Elisabeth de 17 anos de idade que deixou ontem o país, com destino à Universidade de Bangalore, onde vai se formar em Agricultura.

Com um misto de sentimentos, alegria e tristeza por perseguir um sonho e por deixar o solo pátrio, a rapariga comprometeu-se a dar o seu máximo de modo a não decepcionar aos que confiaram no seu potencial.

Residente do bairro de Maxaquene, Apurva foi uma excelente aluna na Escola Secundária Francisco Manyanga e, por conta do seu bom desempenho, foi apurada para a bolsa de estudo que terá a duração de três anos de formação e um de especialização.

Disse estar confiante na sua inserção no mercado de emprego e que, caso não, poderá apostar no empreendedorismo, fazendo algo como agro-processamento.

 “Na verdade, eu queria formar-se em medicina mas, como este ano não há vagas para este curso, escolhi Agricultura. Fui uma boa aluna em Biologia e Química, disciplinas cruciais tanto na agronomia como Medicina”, disse.

A candidata deixou um conselho aos jovens da sua idade para apostarem nos estudos pois, segundo disse, a escola é a base de tudo na vida.

Para os representantes do Alto–Comissário da Índia, todos os cursos leccionados pelo seu país são cruciais e destacam a pertinência, por exemplo, da Agricultura para Moçambique, por possuir muita terra arável, 75 por cento da sua população a depender de agricultura e, por conseguinte, necessitar de mão-de-obra qualificada para desenvolver este sector.

“Recentemente, atribuímos cinco bolsas de estudo para estudantes do ramo de engenharia de petróleo e gás, numa altura em que Moçambique está na corrida da prospecção destes recursos naturais. Acreditamos que os jovens farão diferença, já na altura da pesquisa”, salientou a fonte. 

Agricultura, infra-estruturas, tecnologias de informação e comunicação (TIC), gestão, auditoria, construção de estradas, medicina, engenharia de petróleo e gás, são alguns dos cursos de formação leccionados por diversas universidades indianas, nos níveis de bacharelato, licenciatura, mestrado e doutoramento.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

LOCALIZADA no extremo norte da província de Cabo Delgado, fazendo fronteira ...
2017-10-22 23:30:00
FRETILIN é nome de um dos movimentos que lutaram pela independência de ...
2017-10-22 23:30:00
NA semana passada vimos mais um acto mediatizado de demolições de ...
2017-10-22 23:30:00
HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2180 visitantes em linha