A VIGILÂNCIA da sanidade vegetal vai melhor no país com o aumento das actuais 10 para 68 clínicas especiais de prevenção e controlo de pragas.

Esta medida será acrescida de outras, tais como a implementação de programas e planos de maneio e controlo para a prevenção da propagação de pragas, em particular a lagarta do funil de milho (“Spodoptera frugiperda”) e também da tuta absoluta que atacam, respectivamente, o milho e tomateiro.

Recentemente, o Governo fez saber que a situação fitossanitária do país mantêm-se de uma maneira geral estacionária, com tendência a melhorar nalguns casos.

“O Executivo continuará a manter a vigilância sobre a sanidade vegetal de forma a evitar a propagação de pragas, muitas delas associadas ao fenómeno das mudanças climáticas”, garantiu a porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana.

A lagarta do funil de milho é uma das grandes ameaças da segurança alimentar em Moçambique e noutros países da região Austral, pois, quando invade os terrenos, pode devastar as culturas em pouco tempo, comprometendo, deste modo, a produção e fonte de subsistência de muitos camponeses que têm no milho a sua principal fonte alimentar.

“A praga pode afectar grandes áreas em pouco tempo devido ao seu estado migratório (movimento de larvas) e o adulto, uma borboleta, possui um grande poder de voo. Dependendo da densidade da população e a fase fenológica da cultura atacada, as perdas de rendimento podem variar de 20 a 60 por cento e, em casos de infestação severa, perda completa da cultura pode ocorrer, ou seja, 100 por cento de perdas de rendimento”, refere o Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA).

A presença desta espécie no nosso país foi confirmada, recentemente, pelas autoridades da Agricultura e Segurança Alimentar nas províncias de Tete, Manica e Gaza. Em África, a espécie foi detectada, pela primeira vez, na Nigéria em Janeiro de 2016. A mesma foi se dispersando para outros países, tendo sido descoberta na África Central, em Abril de 2016. Muito recentemente, a praga foi confirmada nos países da SADC, tais como África do Sul, Zimbabwe, Zâmbia, Namíbia, Malawi e Suazilândia.

“A ocorrência da espécie invasiva na região da SADC é considerada como uma ameaça séria à produção de milho e segurança alimentar na zona. Na Zâmbia, por exemplo, cerca de 100 mil hectares de milho foram infestados. Esta constitui uma evidência de que a ocorrência desta espécie poderá trazer efeitos devastadores na segurança alimentar ao nível do país, pois, o milho, seu hospedeiro principal, constitui a fonte básica de alimentação para a maioria da população no meio rural”, alerta o MASA.

 

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 928 visitantes em linha