Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

Opinião

Politica

A Assembleia da República (AR) inicia amanhã a sua sessão extraordinária, adiada desde Junho, para discutir nova legislação eleitoral. Na semana ...

terça, 17 julho 2018
Leia +

Economia

O Afreximbank está a fazer um estudo sobre a economia de Moçambique, para depois definir em que áreas e com que montantes vai ajudar, disse à Lusa o director do ...

segunda, 16 julho 2018
Read more
Pub
SN

Desporto

A SELECÇÃO francesa de futebol, campeã mundial pela segunda vez na história, chegou na tarde de ontem a Paris, onde foi recebida em festa, tendo em seguida desfilado na ...

terça, 17 julho 2018
Leia +

Nacional

A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, exige maior rigor na contratação de mão-de-obra estrangeira no país. Diogo falava, ...

terça, 17 julho 2018
Leia +

OS participantes no congresso promovido, há dias, pelo Vaticano, para debater os perigos da Internet, entregaram, sexta-feira, ao Papa Francisco uma declaração conjunta a pedir mais empenho das instituições, governos e empresas tecnológicas no combate ao que designam “o lado obscuro deste novo mundo”.

O congresso intitulado “A dignidade das crianças no mundo digital” reuniu durante quatro dias peritos, académicos, membros de forças de segurança, organizações não-governamentais, religiosos de vários continentes e representantes de empresas como a Microsoft, Facebook e Google.

A conferência é promovida pela Universidade Pontifícia Gregoriana (PUG), instituição da Igreja Católica, com sede em Roma, especializada em ciências humanas, especialmente nas teológicas e filosóficas.

Perante o Papa Francisco, uma jovem de 16 anos, que representava a juventude ameaçada por estes perigos, leu uma declaração dos participantes no congresso, que defende o combate ao “lado obscuro deste novo mundo, um mundo que permite uma série de males sociais e que atingem os membros mais vulneráveis da sociedade”.

O documento reconhece que a Internet proporciona numerosos benefícios e oportunidades em termos de inclusão social e de recursos educativos, mas que também aumenta "o 'bullying' cibernético, o assédio e a extorsão sexual, bem como a pornografia".

Os especialistas pediram que os líderes mundiais “lancem uma campanha global de conscientização para educar e informar as pessoas sobre a gravidade e extensão do abuso e exploração de crianças no mundo”.

Na declaração é ainda pedido que os líderes das grandes religiões do mundo se juntem a um movimento global.

Esta chamada de atenção estende-se aos líderes das empresas tecnológicas, "para que combatam a proliferação de imagens de abuso sexual na Internet" e aos líderes governamentais, para que criem soluções que impeçam que as crianças e jovens acedam a conteúdos para adultos.

Na declaração conjunta do congresso é também pedida uma iniciativa global de consciencialização, dirigida aos cidadãos, de modo a que estejam mais alerta e conscientes, para o abuso e exploração sexual de crianças e que os denunciem.

Segundo os organizadores do encontro, “as crianças e os adolescentes compõem um quarto dos mais de 3,2 mil milhões de utilizadores de Internet no mundo e esta geração, com mais de 800 milhões de jovens cibernautas, corre o risco de ser vítima de abuso sexual e de assédio cibernético”.

O seminário surge num momento em que o Vaticano está a investigar um sacerdote italiano, membro do corpo diplomático da Santa Sé, em Washington, por alegada posse de imagens de pornografia infantil.

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction