Opinião

Politica

O Governo moçambicano espera a colaboração de Manuel Chang, antigo ministro das Finanças, para o esclarecimento do caso “Dívidas Ocultas”, que culminou ...

quinta, 23 maio 2019
Leia +

Nacional

A taxa de cobertura de abastecimento de água potável na província de Tete situa-se em 53.5 porcento, percentagem conseguida com aconstrução, no quinquénio ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +

Desporto

A SELECÇÃO Nacional de Futebol parte esta manhã, pelas 9.00 horas, com destino à cidade sul-africana de Durban, onde irá disputar a edição 2019 do ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +

Beira

O CONSELHO Autárquico da Beira reconhece fragilidades na recolha e tratamento de resíduos sólidos na capital provincial de Sofala. Este posicionamento foi assumido, há ...

quarta, 22 maio 2019
Leia +
Pub
SN

Economia

A activista Denise Namburete, do Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO), defendeu ontem que a declaração de culpa da antiga banqueira Detelina Subeva à ...

quinta, 23 maio 2019
Read more

Tecnologias

O país espera concluir, até Maio de 2020, a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas e a Identificação e Mapeamento de Áreas-chave para a Biodiversidade ...

quinta, 23 maio 2019
Leia +

Arranca hoje a segunda fase da vacinação contra Sarampo e Rubéola, abrangendo mais de seis milhões de crianças dos seis meses aos 14 anos de idade, abrangendo as províncias de Tete, Manica, Sofala, Inhambane, Gaza e Maputo.

Ao todo são mais de 12 milhões de menores a serem imunizados nesta campanha, cuja primeira fase decorreu de 9 a 15 de Abril último nas províncias do Niassa, Cabo Delgado, Nampula e Zambézia. Durante o processo, as crianças são também suplementadas com Vitamina “A” e desparasitadas com Mebendazol.

A vacina contra estas duas doenças virais e contagiosas será administrada nas unidades sanitárias, escolas, centros infantis públicos e privados e nos bairros através de brigadas móveis, recomendando-se aos pais ou representantes das crianças a acompanharem-nas com o cartão de vacinação ou outro documento de identidade do menor.

O Ministério da Saúde (MISAU) garante que estão criadas todas as condições logísticas para que a campanha decorra sem sobressalto.

“A logística está garantida, por isso, fizemos a campanha em duas fases que era para assegurar a disponibilidade de recursos humanos em número suficiente. Temos pessoal, equipamentos e as vacinas já posicionadas. Estamos em condições de iniciar a campanha com sucesso”, anotou.

Lídia Chongo, porta-voz do MISAU, apelou aos pais, encarregados de educação e representantes legais das crianças dos seis meses a 14 anos para que levem os seus filhos à vacinação, atendendo a importância da imunização na prevenção de doenças.

Sobre a primeira fase da campanha, a porta-voz do MISAU disse ter se conseguido cumprir em quase 100 por cento os objectivos definidos para as quatro províncias abrangidas.   

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction