A CADA dia que passa as mulheres vão, em diversos sectores da sociedade, libertando-se das ideologias que as acorrentaram e as colocaram no plano secundário. Subalternas aos homens, servis e submissas. Relatos de mulheres a tomar dianteira são vários, indecentemente do meio no qual se encontram.

Como vemos neste registo, estas três mulheres vão a bordo das respectivas bicicletas, coisa que até num passado não muito distante era destinada apenas aos homens. Lá vão elas, transportando as suas enxadas e outros instrumentos que usam na machamba. Outras mulheres, como a que temos nesta fotografia, optaram por outras vias para a emancipação. A nossa grelha de fotojornalistas não conta com muitas mulheres. Mas parece que o futuro é promissor. Pelo menos o nosso colega Juca Vicente, operador de câmara da Televisão de Moçambique (TVM), de camisete banca, terá mais motivos para sorrir, de certeza. Porque a mulher tem força, nessa luta pela sua emancipação, gradualmente vai garantindo a divisão de tarefas, sem discriminação. Até porque indo juntos ao mercado passam a ter mais tempo para conversar e se aproximar. E a sua força se estende até na sua ausência, a imagem por si só é reveladora: o homem trabalhando para levar algum para casa, alimentar a família e alegrar a sua esposa.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

ESTAMOS já na quadra-festiva. Caminhamos a passos largos rumo a mais um final ...
2017-12-17 21:04:11
HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00