Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

OS Homens de Aço venceram os Tigres da Ancoragem, por 1-0, e sagraram-se campeões da primeira edição da Taça dos Trabalhadores da Ponte Maputo-Catembe.

Iniciado no dia 3 de Dezembro, o certame, terminado na há dias, foi organizado pela empresa chinesa China Road and Bridge Corporation (CRBC), responsável pela construção da ponte Maputo-Catembe. A taça reuniu cinco equipas, que disputaram 14 jogos, no sistema “todos contra todos”. Os Homens de Aço e Tigres da Ancoragem mostraram superioridade frente aos seus adversários e tiveram a oportunidade de jogar a final.

Numa partida morna na primeira parte, os “Tigres” tiveram maior posse de bola, mas foram os Homens de Aço que criaram as primeiras oportunidades de golo. No minuto 15 da etapa complementar, um seu jogador disparou um canhão que só foi parado pelo guarda redes dos “Tigres”.

Mostrando certa falta de técnica e incapacidade de violar a baliza adversária, os “Tigres” remataram por inúmeras vezes, mas sem acertarem na baliza.

No minuto 23, o público que se fez ao campo assistiu a um lance cheio de mestria. O número 24 dos “Tigres” deixou três adversários a comer poeira, colocou-se em frente do guarda-redes, e disparou um tiro com cheiro de golo. O esférico beijou caprichosamente a mão do guarda-redes, prosseguiu a sua caminhada, passou a escassos centímetros da barra, e morreu nas malhas laterais, para delírio de alguns adeptos, que por ilusão óptica gritaram “golooo!”.

Depois deste lance, os jogadores das duas partes mostraram-se tímidos e receosos, brincando com a bola na zona do meio-campo, sem ensaiarem um contra-ataque. A primeira parte terminou nesta toada.

O golo que deu o título aos Homens de Aço surgiu na segunda parte, num lance de inspiração do número 62, Caló. Confiante em deixar a taça nas prateleiras do seu colectivo, deixou todos para trás e fez a bola tocar as redes do seu adversário.

Depois do golo, os “Tigres” tentaram correr atrás do prejuízo, mas já era tarde. Sem argumentos, aceitaram o segundo lugar.

No final do jogo, o momento foi de premiação dos que mais se destacaram. Zefania, dos Tigres, foi eleito o melhor jogador da Taça, e Eduardo, dos Homens de Aço, o melhor marcador.

Os jogadores louvaram a iniciativa e afirmaram que querem que a Taça prossiga no ano que vem. Por seu lado, os organizadores do campeonato disseram que o evento foi um momento de união entre as duas nações, Moçambique e China, e realçaram que esperam que haja uma segunda edição do certame.

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction