A VIGÉSSIMA terceira jornada do Moçambola-2017 abre amanhã à tarde (15:00 horas), com um apetecível desafio entre a Liga Desportiva e Ferroviário, ambos de Maputo.

Mesmo com remotas hipóteses de conquistarem o título, o encontro, a decorrer no campo da Liga, é aguardado com enorme expectativa, na medida em que ambas as colectividades procuram atingir a melhor posição possível. Por isso, vencer é de capital importância para qualquer um dos conjuntos, até porque, tratando-se de dois crónicos candidatos ao título, têm imagem a zelar.

Liga (31 pontos) e Ferroviário (32) ocupam a sétima e quinta posições, respectivamente. Sublinhe-se que na primeira volta, a Liga venceu o Ferroviário, por 1-0.

O comandante, UD Songo, com 46 pontos, é teoricamente favorito na recepção à aguerrida formação do Desportivo de Nacala. Os pupilos de Chiquinho Conde têm uma vantagem de cinco pontos em relação ao Costa do Sol, segundo classificado, no entanto, importa referir que os “canarinhos” têm um jogo a menos e portanto ainda bem posicionados para atacarem o título.

O Costa do Sol tem, a julgar pelo adversário, UP Niassa, a tarefa mais facilitada. Os “pedagogos” tiveram um início de campeonato promissor, mas a partir da segunda metade da primeira volta foram caindo e agora ocupam o 15° lugar.

Em Nacala, o Ferroviário local põe à prova o homónimo da Beira. Aguarda-se uma partida bem jogada, com os nacalenses a quererem manter o surpreendente quarto lugar e os actuais campeões a procurarem deixar o modesto 12° posto.

Em Vilankulo, o Maxaquene bate-se com a ENH, uma semana depois de ter sido eliminado por esta mesma equipa da Taça de Moçambique/mcel. De referir que os “tricolores” e “hidrocarbonetos”, embora estejam alguns degraus acima da linha de água, ainda correm o risco de caírem à zona de despromoção.   

Em Quelimane, realiza-se um desafio entre formações que lutam pela manutenção. Trata-se do duelo entre 1° de Maio e Chingale.

Por último, o Textáfrica bate-se em casa com o Ferroviário de Nampula. De referir que, a princípio da semana, os nampulenses viveram um momento de agitação com o treinador Arnaldo Salvado a ameaçar abandonar o leme, situação controlada pela direcção. No entanto, um desaire dos nampulenses pode mesmo significar uma nova chicotada psicológica.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 16 Fevereiro 2018
A autoridade gestora de recursos hídricos anunciou, esta semana, maus dias pela frente, no que diz respeito ao abastecimento de água às cidades de Maputo, Matola e Vila de Boane. Na origem da situação está o facto de a barragem dos Pequenos Libombos, o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
PRIMEIRO-MINISTRO VISITOU E FAZ A LEITURA: Niassa...
Terça, 20 Fevereiro 2018
O combate à criminalidade, melhoria da comercialização agrícola e do abastecimento de água potável e desenvolvimento de infra-estruturas são desafios que Niassa está a vencer paulatinamente, antevendo-se continuação de boas campanhas de produção, sobretudo nas culturas alimentares. Leia mais Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

MAIS um Dia dos Namorados, também conhecido por Dia de São Valentim, ...
2018-02-22 00:30:00
A MULTINANCIONAL Sasol, empresa sul-africana que explora e comercializa o gás ...
2018-02-22 00:30:00
O RECENTE encontro, em Nhamadjiwa, Gorongosa, entre o Presidente da ...
2018-02-21 00:30:00
Como referi no princípio do primeiro texto desta série, a chamada ...
2018-02-21 00:30:00
Depois de três dias a gerir dores dispersas pelo corpo, Hélder decidiu ...
2018-02-20 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2845 visitantes em linha