Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

A UNIÃO Desportiva de Songo, campeã nacional, e o Costa do Sol, vice e vencedor da Taça de Moçambique, já lançaram mãos à obra para a temporada-2018, com os “hidroeléctricos” em actividade desde a tarde de quinta-feira, e os “canarinhos” a abrirem as “oficinas” amanhã.

Quer os campeões nacionais, quer os vencedores da Taça iniciam relativamente cedo as suas actividades dado que vão representar o país nas Afrotaças a partir do próximo mês.

A primeira sessão de treino da UD Songo esteve virada em grande parte para os aspectos físicos e ainda houve um momento para o trabalho com bola.

Ao comando dos campeões nacionais, nesta primeira sessão de treino, esteve o treinador-adjunto, Vitor Mayamba, que fez as vezes de treinador na ausência de Chiquinho Conde, que só chegou ao país na manhã de quinta-feira, após férias em Portugal.

Dos reforços confirmados para 2018, já estiveram presentes 11 deles, nomeadamente Mustafá (ex-Ferroviário de Nampula), Chelito e Pascoal Amorim (ex- Ferroviário da Beira), Eusébio (ex- Liga Desportiva de Maputo), Nhaminga (ex-Sporting da Beira), Osvaldo e Amadu (ex-Ferroviário de Nampula), Lau (ex-Desportivo de Nacala) e Ngandu Terance – vindo da República Democrática de Congo.

Nas ausências, realce para o avançado Hélder Pelembe, o reforço de peso da turma da vila do Songo, ex-Baroka United, que há um mês liderava a Primeira Liga da África do Sul.

No entanto, sabe-se que apesar de já ter adquirido uma “mão” cheia de bons reforços, onde ainda se destaca o defesa esquerdo Eusébio (ex-Liga Desportiva de Maputo) e o defesa central Amorim (ex-Ferroviário da Beira), a direcção ainda mantém as portas abertas para mais jogadores que possam ser uma mais-valia para o plantel.

Refira-se que em 2018, a UD Songo terá a sua época mais exigente e de maior responsabilidade, desde que ascendeu ao Moçambola em 2009, na medida em que irá pela primeira vez entrar na qualidade de detentor do título nacional e fará a sua estreia na Liga dos Campeões Africanos, a mais importante competição da CAF.

A UD Songo faz o primeiro jogo oficial da época medindo forças com o Costa do Sol, na primeira semana de Fevereiro, em partida a contar para Supertaça e dias depois defrontará o Ngaya das Comores na primeira “mão” da pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O Costa do Sol, por sua vez, também apresenta muitas novas caras no seu “xadrez”, muito embora tenha perdido jogadores importantes como Mbulu, Manucho Lineker e dispensado os serviços de Aguiar, Dito e Rúben. Este ano os “canarinhos” estarão sob o comando técnico do argentino Fábio Costas que será coadjuvado por dois compatriotas seus com que trabalhou no Textáfrica em 2017, a sua porta de entrada no futebol nacional. O Costa do Sol aposta tudo na conquista do Moçambola e num bom desempenho na Taça CAF, neste seu regresso, 10 anos depois, às competições africanas.

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction