Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O FERROVIÁRIO de Maputo desloca-se amanhã à Matola “C” para medir forças com a Liga Desportiva, em partida de abertura da 25.ª jornada do Moçambola, sob alerta máximo, pois em caso de deslize arrisca-se a perder a liderança para UD Songo, que joga domingo em Nacala frente ao Ferroviário local.

O Ferroviário e o Songo estão separados por um ponto (47-46), a maior para os “locomotivas”, que amanhã têm um difícil teste frente aos “muçulmanos”, que actualmente ocupam o quarto lugar com 38.

Aliás, a Liga está muito interessada numa vitória, pois seria o relançamento da equipa à corrida ao título, considerando que tem ainda um jogo em atraso.

O jogo é de difícil prognóstico, sobretudo por se tratar de uma ponta final de um campeonato que promete terminar de forma dramática. Em Nacala, o Ferroviário bate-se com o campeão em título, UD Songo.

Para os “hidroeléctricos”, não há alternativa senão vencer o encontro, pois outro resultado pode deixar marcas dolorosas na corrida pela revalidação do título. Quanto aos representantes de Nacala, os três pontos significariam a confirmação da manutenção.

Além do jogo Liga-Ferroviário, teremos ainda amanhã o duelo entre ENH e Incomáti, duas equipas que ainda discutem a manutenção. Os “hidrocarbonetos”, em oitavo lugar, com 31 pontos, têm alguma margem de erro, mas os “açucareiros”, no 13.º posto, estão expressamente proibidos de deslizar.

No domingo, o destaque vai para a deslocação do Maxaquene a Chibuto, um terreno que nunca foi fértil para os “tricolores”. Ademais, os “guerreiros” vêm de duas derrotas seguidas, pelo que perante os seus adeptos procurarão reconciliação com uma vitória frente ao Maxaquene.

 O Chibuto está na sexta posição com 36 pontos, mais um que o Maxaquene, no sétimo, situação que coloca a partida com um interesse extra. Em Quelimane, o 1.º Maio bate-se com o Sporting de Nampula, dois aflitos sem margem de erro. O Ferroviário da Beira, equipa que tem vindo a fazer uma campanha surpreendentemente negativa, recebe o Desportivo de Nacala. Em Nampula, o Ferroviário recebe o Costa do Sol. Os “locomotivas”, em terceiro lugar, com 39, ainda sonham com o título, enquanto ao Costa do Sol apenas resta a luta pela honra.

Na Soalpo há um “derby” da província de Manica entre o Textáfrica e a UP. Para os “universitários”, o jogo é de tudo ou anda, não estivessem no aflitivo 14.º lugar e com 24 pontos na tabela classificativa. Para o Textáfrica, uma vitória colocaria a equipa ainda na rota do título.

Todos os jogos têm início às 15:00 horas.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction