O BANCO Africano de Desenvolvimento (BAD) concedeu um financiamento superior a 82 milhões de dólares para a construção de uma estrada entre Tanzania e Moçambique, anunciou a instituição.

A estrada de 70 quilómetros irá permitir o acesso à Tanzania numa área isolada do norte de Moçambique, “contribuindo para o crescimento económico e erradicação da pobreza, além de promover o comércio transfronteiriço e reforçar a integração regional”, segundo o comunicado divulgado pelo banco.

O financiamento de 79 milhões de dólares e um empréstimo de 3,1 milhões de dólares ao Governo moçambicano destinam-se à construção da primeira secção da estrada entre Roma e Negomano, na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique, na confluência dos rios Rovuma e Lugenda.

“A melhoria da estrada reduzirá de três a uma hora o tempo para se viajar entre as duas localidades. Esta primeira fase será complementada pela segunda, prevista para começar em 2019, que ligará Roma a Mueda (província de Cabo Delgado) e que inclui a construção de um posto fronteiriço de escala única”, refere o BAD.

A instituição financeira considera que o projecto vai favorecer os comerciantes e utentes da estrada dos dois países, que passam a beneficiar de melhores acessos aos portos de Pemba, em Moçambique, e Mtwara, na Tanzania,

O projecto contempla ainda o desenvolvimento de um plano-director de infra-estruturas no norte de Moçambique, abrangendo as províncias do Niassa, Cabo Delgado e Nampula, nas áreas dos transportes marítimo, ferroviário, rodoviário e pontes, “tendo em conta a grande transformação económica prevista na região”.

A bacia do Rovuma, na província de Cabo Delgado, possui uma das maiores reservas de gás natural do mundo, que deverá entrar na fase de exploração na próxima década, embora os dois consórcios ainda não tenham tomado as suas decisões finais de investimento.

O Corredor de Nacala, também no norte de Moçambique, já se encontra, por sua vez, em desenvolvimento, com a construção de uma linha ferroviária entre o centro de produção de carvão em Moatize e o porto de Nacala, na província de Nampula.

 

Versão-Impressa


Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 26 Maio 2017
A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) elegeu, ontem, novos corpos sociais para o triénio 2017/2020, marcando fim de um processo que teve a polémica como principal característica. Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Natalidade: Quando mulheres negam imprevistos
Sexta, 26 Maio 2017
MARIA Alberto teve os seus dois filhos, o primeiro aos 15 anos e o segundo um ano depois, e não fazia ideia da existência de formas de planeamento familiar. Hoje, aos 24 anos, busca ajuda de profissionais de Saúde para programar a gravidez. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,10 61,27
ZAR 4,57 4,65
EUR 67,42 68,73

23.05.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

DEPOIS de um ambiente de quase “cortar à faca” a ...
2017-05-26 23:30:00
A VERDADE é que ele já não está aqui. Faltou a esta aula ...
2017-05-26 23:30:00
HÁ mortos que decididamente se recusam a regressar ao pó donde vieram. ...
2017-05-26 07:15:16
CORRO o risco de ser incompreendido ao abordar um assunto tão delicado como ...
2017-05-25 23:30:00
BRASIL, esse gigantesco país, que me faz lembrar a Suíça, por ...
2017-05-25 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1549 visitantes em linha