O PAIS cumpriu ontem uma etapa decisiva com vista ao arranque da exploração do gás natural da bacia do Rovuma, em Cabo Delgado, com o lançamento do projecto Coral Sul, que consiste na instalação duma unidade flutuante de liquefacção de gás natural.

Orçado em cerca de oito biliões de dólares norte-americanos o projecto pretende instalar, no alto mar, uma plataforma flutuante a partir do qual vai se extrair o gás natural, liquificá-lo; armazená-lo e descarregá-lo em forma líquida.

O Presidente da República, Filipe Nyusi que procedeu ao lançamento oficial do projecto destacou que, para além de colocar Moçambique na lista dos maiores produtores de Gás Natural Liquefeito, o projecto Coral Sul, também vai atrair investimentos para os sectores e áreas relacionadas gerando receitas que, por sua vez, irão trazer benefícios sócio-económicos para o país.

Referindo-se à importância do projecto, Filipe Nyusi disse que o mesmo, permitirá a optimização do tempo de comercilização dos recursos da área 4 acelerando o tempo da sua monetização o que contribuirá para a geração de receitas para o Estado nos próximos anos.

“Posso dizer que este empreendimento marca o início da transformação em dinheiro deste recurso estratégico que Moçambique dispõe”, indicou o Presidente acrescentando ser crucial uma exploração sustentável, sem prejuízos para o ambiente, sobretudo, a actividade piscatória, turismo e outras desenvolvidas pela população local.

Frisou que estando a ser desenvolvido num corredor do espaço Afro-Índico e convivendo com estados que são Ilhas, há que acautelar todos os riscos, principalmente em termos de segurança impondo-se, para isso, a necessidade de uma maior coordenação entre as instituições do Governo a nível central e provincial.

O lançamento do projecto Coral Sul foi presenciado por membros do Governo, representantes de empresas concessionárias da área 4, nomeadamente, a Italiana Eni, Sul Correana (KOGAS), a chinesa CNPC, a portuguesa GALP e a moçambicana ENH, e outras entidades convidadas.

Para além do lançamento oficial do projecto, a cerimónia de ontem foi também marcada pela assinatura dos contratos para a construção da plataforma de perfuração, umbilicais e sistemas de produção submarinos, bem como o contrato de engenharia, aprovisionamento, construção, instalação e comissionamento da unidade flutuante de Gas Natural Liquefeito.

Falando na ocasião, o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, Omar Mithá, disse que este projecto, pela sua dimensão e natureza, não tem precedentes em Moçambique e na África Sub-Sahariana, sendo o terceiro no mundo e o primeiro em África.

Já o Presidente Executivo da Eni, Claudio Descalzi destacou a complexidade que rodeou a concretização deste empreendimento referindo que o seu financiamento envolve 15 bancos dos quais três nacionais e 12 estrangeiros.

Descalzi referiu-se também à importância do projecto Coral Sul dizendo que o mesmo vai contribuir para o desenvolvimento de Moçambique.

De referir que a fábrica flutuante do Coral Sul deverá estar pronta dentro de cinco anos devendo produzir 3.4 milhões de toneladas métricas de gás por ano.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2563 visitantes em linha