NOVAS empresas poderão, brevemente, instalar-se no Parque Industrial de Beluluane, na província de Maputo, com a materialização de um projecto de robustecimento e modernização da rede local de energia eléctrica.

Embora não haja números de projectos agora inoperantes devido à falta de energia, o “Notícias” apurou haver indústrias projectadas para aquela zona franca à espera de corrente eléctrica.

Mateus Magala, Presidente do Conselho de Administração da Electricidade de Moçambique (EDM), disse que “há empresas à espera de energia” e que com a implementação do projecto irá gerar emprego para milhares de moçambicanos e receitas ao Estado.

A fonte falava ontem em Maputo após a assinatura de um acordo de donativo de 15 milhões de euros por parte da Alemanha, destinados ao financiamento do Programa para a Modernização da Rede Eléctrica - Fase Dois. Além do parque industrial e comercial de Beluluane, a iniciativa vai beneficiar mais de cinco mil famílias das zonas próximas, com destaque para as do bairro Mavoco.  

Magala explicou que a melhoria da energia em Beluluane foi colocada como prioridade por ser um parque industrial e devido ao facto de já haver projectos cuja materialização é apenas barrada pela falta de corrente eléctrica de qualidade.

“Não significa que estejamos a esquecer as outras zonas do país ainda sem energia”, ressalvou o presidente da EDM.

O acordo foi assinado pela vice-ministra dos Negócios Estrangeiros, Nyeleti Mondlane, e pelo embaixador da Alemanha no país, Detlev Wolter.

No seu discurso, Wolter disse que o montante será aplicado na construção de uma subestação e redes de transporte e distribuição, fazendo com que no final das obras Beluluane tenha uma carga calculada em 200 mega watts.

Disse ainda que a participação alemã no projecto está acima de 20 milhões de euros, uma vez que já havia desembolsado cerca de seis milhões no passado.

Por sua vez, Mondlane considerou o apoio da Alemanha de “contribuição valiosa” e falou da importância de energia na redução de assimetrias entre as zonas urbanas e rurais.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1559 visitantes em linha