MOÇAMBIQUE quer que a agricultura seja a âncora da cooperação com o Vietname, para que num futuro próximo o país saia da dependência alimentar.

O desiderato foi expresso esta semana, em Hanói, pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, na conferência de imprensa de balanço da visita oficial de quatro dias ao Vietname, que vinha efectuando desde segunda-feira.

“Conseguimos resultados positivos. O Vietname vai expandir a sua acção em Moçambique, colocando a agricultura como âncora da cooperação para que possamos colher experiências e, num futuro próximo, sairmos da dependência alimentar”, disse.

Segundo o Primeiro-Ministro, o Vietname tem uma vasta experiência no ramo da agricultura que catapultou o país de importador de alimentos, na década de 90, para um dos maiores exportadores do mundo, por ter atingido níveis de produtividade elevados.

O Vietname passou décadas de guerras, até 1975, mesmo ano em que Moçambique conquistou a sua independência. Só no primeiro semestre de 2017, Vietname exportou 20,7 biliões de dólares americanos em produtos agrícolas, sector que emprega 40 por cento da mão-de-obra do país.

“Falámos com o governo do Vietname e a liderança da Viettel (accionista maioritário da Movitel). Ambos estão prontos a trazer mais agricultores para o arroz, hortícolas, castanha de caju, e algodão”, disse, acrescentando que o Vietname também se comprometeu a mobilizar investimentos para a área do transporte marítimo, recursos minerais, entre outras.

Carlos do Rosário assegurou que a comercialização agrícola também foi um dos grandes tópicos das discussões havidas com a contraparte vietnamita.

“Quando convidamos empresas robustas do sector agrário é na perspectiva de serem instituições capazes de fazer intervenção em toda a cadeia, caso da pesquisa, produção, processamento e própria comercialização”.

“Trabalhamos especificamente com uma empresa de sementes (Thai Binh Seed Corporation). Mas o objectivo é que as outras empresas que virão a Moçambique devem ter a perspectiva de atingir toda a cadeia, incluindo a comercialização que, neste momento, constitui um grande nó estrangulador”, explicou o governante, que na quinta-feira visitou a sede da Viettel e interagiu com os representantes da multinacional vietnamita que opera na área de telefonia móvel em Moçambique.

Questionado sobre as datas, o primeiro-ministro afirmou que “nós queríamos que fosse já mas há procedimentos. Mas, o mais importante é a abertura e a vontade que eles manifestaram”.

“O grande desafio que temos é a implementação e seguimento das acções acordadas”, acrescentou.

O Vietname concordou ainda em aumentar o número de bolsas de estudo para jovens moçambicanos em engenharias, caso da agricultura, medicina, entre outras. “Manifestamos a vontade de ver triplicado o número de bolseiros e eles aceitaram a proposta”.

Almiro Mazive,AIM, em Hanói

Breves

Editorial

EDITORIAL
Quinta, 11 Janeiro 2018
A CAMPANHA eleitoral, lançada esta semana para a intercalar de 24 de Janeiro próximo na cidade de Nampula, deve ser bem aproveitada, enquanto oportunidade para uma avaliação do que fomos aprendendo na nossa já longa trajectória como país... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Arrancam obras de reabilitação da estrada...
Quarta, 17 Janeiro 2018
As obras de reabilitação e asfaltagem da estrada que liga a cidade de Nampula à vila-sede do distrito de Mogovolas, num troço de cerca de 75 quilómetros, iniciaram, finalmente, esta semana, segundo nos garantiu Pedrito Rocha, director provincial das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos. Leia mais Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

08.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

QUEM chega à vila-sede distrital de Nacala-a-Velha, em Nampula, logo à ...
2018-01-17 21:59:59
NO princípio, as vozes críticas ao Presidente sul-africano ecoavam sob ...
2018-01-16 22:32:09
DUAS questões despontam desta análise: será que os objectivos ...
2018-01-16 22:30:21
O director de Mercados e Feiras no Conselho Municipal da Cidade de Maputo disse esta ...
2018-01-16 22:28:35
DORMI toda a noite e toda a manhã. Era uma da tarde quando saltei da cama. ...
2018-01-15 23:24:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1740 visitantes em linha