As companhias Ethiopian Airlines e a Malawi Airlines foram apuradas no concurso lançado em Abril último pelo Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM) com o objectivo de seleccionar empresas para explorar rotas domésticas de transporte aéreo.

Nesta operação, segundo os resultados do concurso, divulgados ontem em Maputo, as duas companhias vão explorar as rotas domésticas em concorrência com operadores nacionais como as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM); Moçambique Expresso (MEX); CFM – Transportes e Trabalhos Aéreos SA; Transportes e Trabalhos Aéreos (TTA) e Solenta Aviation Mozambique SA.

Falando a jornalistas ontem em Maputo,o presidente da IACM, João de Abreu, apontou que as empresas LAM, MEX e Ethiopian Airlines manifestaram interesse em explorar todas as rotas domésticas indicadas no concurso, tendo sido alocadas em conformidade com o seu pedido, enquanto a CFM-TTA,SA, a Malawi Airlines, a TTA e Solenta solicitaram rotas selectivas.

Para as rotas internacionais, que também foram objecto do concurso lançado em Abril, apresentaram-se cinco operadoras como candidatas, nomeadamente: CFM SA; LAM SA; Malawi Airlines, MEX SARL e a TTA. Destas cinco companhias, foram apuradas quatro, nomeadamente, CFM, LAM, MEX SARL e a TTA.

Segundo João de Abreu, para os dois concursos, as companhias apuradas têm um espaço temporal de 180 dias, contados a partir da data da publicação dos resultados, para operacionalizar as rotas. O não cumprimento deste prazo implica a substituição pelas empresas suplentes.

Para o caso das empresas Ethiopian Airlines e Malawi Airlines existe também a obrigatoriedade de efectuarem o registo como empresas nacionais e licenciarem-se como operadoras aéreas nacionais de acordo com a legislação em vigor na República de Moçambique.

Paralelamente, as companhias CFM e TTA deverão, segundo o IACM, regularizar o seu licenciamento em conformidade com a mesma legislação.

João de Abreu diz acreditar que a entrada de mais operadores na exploração das rotas quer nacionais quer estrangeiras possa contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços prestados.

A fonte admite também que a medida possa contribuir para a diversificação das alternativas de transporte bem como dos preços aplicados no serviço aéreo em Moçambique.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2054 visitantes em linha