Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

A ENTRADA de novas companhias aéreas nas ligações domésticas vai contribuir para incrementar o fluxo de turistas no país.

Esta convicção foi manifestada pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) quando reagia ao anúncio do apuramento da Ethipian Airlines e da Malawi Airlines, juntamente com outras cinco companhias nacionais, para a exploração de rotas aéreas domésticas, no quadro dum concurso lançado para o efeito, pelo Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM).

Falando quarta-feira em Maputo, Eduardo Sengo, director executivo da CTA, não avançou nomes, contudo referiu que nestas companhias, há aquela que está interligada com o mundo.

Segundo Sengo, a entrada destas companhias, aliada a facilitação de vistos no país, pode ajudar a aumentar o fluxo de turistas, sobretudo, porque vai se reduzir a necessidade duma interligação com a África do Sul para se sair da China ou outro ponto qualquer para Moçambique

Sengo acrescentou que outra vantagem da entrada da Ethipian Airlines é a capacidade que esta possui para operar com custos competitivos e o que pode influenciar para a redução de tarifas e consequentemente do preço para fazer turismo em Moçambique, numa altura em que a paz também está a se consolidar.

De acordo com a fonte, todos estes factores, apenas vão contribuir para que o turismo moçambicano tenha outras perspectivas.

Por seu turno, Castigo Nhamane, vice-presidente da CTA, disse que a entrada destas companhias aéreas, para além de vir oferecer melhores preços, vai também melhorar a qualidade dos serviços oferecidos, actualmente, em Moçambique.

“É claro que achamos que a nossa companhia deve-se preparar para poder competir com as mesmas, uma vez que são companhias que oferecem melhores serviços”, apelou Nhamane.

Recordou ainda que, nestas companhias, existem uma nova nacional, que é a CFM SA, defendo que a mesma deve ter recursos financeiros suficientes para competir em pé de igualdade com as outras novas.

Refira-se que para além da Ethiopian Airlines, Malawi Airlines e CFM SA, também foram apuradas para explorar o espaço aéreo doméstico as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM); Moçambique Expresso (MEX); Transportes e Trabalhos Aéreos (TTA) e Solenta Aviation Mozambique SA.

Sábados

TEMA DE ...

É um facto que as autoridades municipais, há anos, enfrentam ...

...

A INFÂNCIA e a arte são universos muito próximos. ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction