A ENTRADA de novas companhias aéreas nas ligações domésticas vai contribuir para incrementar o fluxo de turistas no país.

Esta convicção foi manifestada pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) quando reagia ao anúncio do apuramento da Ethipian Airlines e da Malawi Airlines, juntamente com outras cinco companhias nacionais, para a exploração de rotas aéreas domésticas, no quadro dum concurso lançado para o efeito, pelo Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM).

Falando quarta-feira em Maputo, Eduardo Sengo, director executivo da CTA, não avançou nomes, contudo referiu que nestas companhias, há aquela que está interligada com o mundo.

Segundo Sengo, a entrada destas companhias, aliada a facilitação de vistos no país, pode ajudar a aumentar o fluxo de turistas, sobretudo, porque vai se reduzir a necessidade duma interligação com a África do Sul para se sair da China ou outro ponto qualquer para Moçambique

Sengo acrescentou que outra vantagem da entrada da Ethipian Airlines é a capacidade que esta possui para operar com custos competitivos e o que pode influenciar para a redução de tarifas e consequentemente do preço para fazer turismo em Moçambique, numa altura em que a paz também está a se consolidar.

De acordo com a fonte, todos estes factores, apenas vão contribuir para que o turismo moçambicano tenha outras perspectivas.

Por seu turno, Castigo Nhamane, vice-presidente da CTA, disse que a entrada destas companhias aéreas, para além de vir oferecer melhores preços, vai também melhorar a qualidade dos serviços oferecidos, actualmente, em Moçambique.

“É claro que achamos que a nossa companhia deve-se preparar para poder competir com as mesmas, uma vez que são companhias que oferecem melhores serviços”, apelou Nhamane.

Recordou ainda que, nestas companhias, existem uma nova nacional, que é a CFM SA, defendo que a mesma deve ter recursos financeiros suficientes para competir em pé de igualdade com as outras novas.

Refira-se que para além da Ethiopian Airlines, Malawi Airlines e CFM SA, também foram apuradas para explorar o espaço aéreo doméstico as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM); Moçambique Expresso (MEX); Transportes e Trabalhos Aéreos (TTA) e Solenta Aviation Mozambique SA.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 20 Outubro 2017
O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, manifestou há dias, e de forma particularmente severa, a sua preocupação em relação aos elevados índices de corrupção que se registam no país, tanto no sector público quanto no... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Caia vira corredor de desenvolvimento
Quinta, 19 Outubro 2017
O ADMINISTRADOR do distrito de Caia, João Saize, considerou, há dias, em entrevista ao nosso Jornal, que nos últimos oito anos a região se transformou num verdadeiro corredor de desenvolvimento, com a entrada em funcionamento da Ponte Armando Guebuza, em Agosto de 2009. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,70 61,84
ZAR 4,43 4,51
EUR 71,53 72,88

11.10.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ alguns anos, o Governo do ex- presidente moçambicano, Joaquim ...
2017-10-20 23:30:00
MAIS um linchamento ocorreu ao princípio desta semana na cidade da Beira, ...
2017-10-20 23:30:00
TURMA, não posso ignorar esta chamada, serei rápido. Enquanto estou ...
2017-10-20 23:30:00
MOCÍMBOA da Praia, na província de Cabo Delgado, está desde ...
2017-10-19 23:30:00
Passam cerca de duas semanas que contei a história onde o personagem ...
2017-10-19 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 2047 visitantes em linha