Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

O britânicoJaco Nel, que perdeu as pernas, dedos e parte do rosto depois de ser arranhado e lambido pelo seu cão, tornando-se assim uma das 20 milhões de pessoas afectadas pela septicemia no mundo, quase entrou para a estatística das mortes causadas pela doença.

O facto sucedeu há um ano e meio, quando Jaco Nel brincava com o seu animal de estimação, de nome Harvey, um cocker spaniel. Notou depois um pequeno arranhão na sua mão. No momento limpou e desinfectou o corte e continuou com os seus afazeres habituais. Duas semanas depois, ficou doente com o que parecia uma gripe.  

Mas Nel não imaginava o que estava a ponto de acontecer: uma bactéria na saliva de seu cão provocou uma infecção que evoluiu para septicemia, uma reacção exacerbada do sistema imunológico diante de um processo infeccioso.

A septicemia é a principal causa de morte por infecção no mundo. Nel não morreu, mas diz que esteve “muito, muito perto”.

Fazer o diagnóstico cedo é a chave para a recuperação da septicemia. De acordo com vários estudos, 80 por cento dos casos podem ser tratados com sucesso, caso a infecção seja diagnosticada ainda no início.  

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a septicemia ocorre quando o sistema imunológico do corpo se sobrecarrega e tem uma resposta exacerbada a uma infecção. 

O problema inicial pode ser leve e começar em qualquer parte, desde um corte no dedo até uma infecção urinária. Mas se isso não for tratado a tempo pode causar danos catastróficos ao corpo, como lesões nos tecidos, falência generalizada de órgãos e até a morte.

Não se sabe exactamente o que causa a doença, que afecta cerca de 20 milhões de indivíduos no mundo e mata pelo menos oito milhões de pessoas. Por isso ela é chamada de “assassina silenciosa”.

Identificar um caso de septicemia é difícil, já que os primeiros sintomas variam muito e podem ser facilmente confundidos com gripe ou outras infecções.  

De acordo com a Organização Não-Governamental (ONG) britânica UK Sepsis Trust, os seis sinais de alarme mais comuns são: dificuldades para falar, calafrios ou dor muscular, ausência de urina, problemas graves para respirar, sensação de que “vai morrer”, manchas ou descoloração da pele.

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction