Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O Afreximbank está a fazer um estudo sobre a economia de Moçambique, para depois definir em que áreas e com que montantes vai ajudar, disse à Lusa o director do Departamento de Análise de Crédito do banco.

“O nosso director regional para a África Austral está agora em Moçambique para, até ao final do ano, fazer um estudo sobre o país para vermos como podemos ajudar, não só no financiamento, mas também na definição de políticas que ajudem no desenvolvimento do país”, disse Samuel Loum.

Em entrevista à agência Lusa, à margem dos encontros anuais do Banco Africano de Exportações e Importações (Afreximbank), que terminaram no sábado em Abuja, Samuel Loum explicou que o relatório que estará concluído nos próximos meses vai analisar as necessidades específicas do país.

“Olhamos para os países onde fazemos pouco negócio ou que pensamos que precisam de ajuda, mas não com os instrumentos financeiros que temos e, em vez de fazer negócio com os instrumentos actuais, este programa específico para Moçambique envolve aconselhamento ao Governo e ao banco central sobre as políticas públicas e depois definir o financiamento necessário”, referiu.

O director do departamento explicou que este modelo de ajuda funciona em dois passos, sendo o primeiro a análise da economia do país e, depois, a definição de instrumentos específicos de financiamento, tendo em conta as necessidades, o que faz com que Moçambique possa receber um empréstimo mais volumoso, considerando as receitas que espera recolher nos próximos anos.

“Podemos emprestar mais se soubermos exactamente como um determinado governo vai pagar os empréstimos, e de onde virão as receitas para garantir o pagamento desses empréstimos”, salientou o economista.

Desde o início das operações, o Afreximbank já desembolsou cerca de 300 milhões de dólares em apoio a transacções de investimento no país, a que se juntam dois empréstimos, num total de 35 milhões de euros, um em 2005 e outro em 2015, concluiu Samuel Loum, que não soube precisar o total de financiamento que ficará disponível no seguimento do estudo que o Afreximbank está a realizar em Moçambique, e que deverá estar concluído até ao final do ano.

O Afreximbank, cujos Encontros Anuais decorreram até sábado em Abuja, a capital da Nigéria, é um banco de apoio ao comércio, exportações e importações em África e foi criado em Abuja, em 1993. Tem um capital de 11,9 mil milhões de dólares e sedeado no Cairo.

Os accionistas são entidades públicas e privadas divididas em quatro classes, e deles fazem parte governos africanos, bancos centrais, instituições regionais e sub-regionais, investidores privados, instituições financeiras, agências de crédito às exportações e investidores privados, além de instituições financeiras não africanas e de investidores em nome individual.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction