Imprimir
Categoria: Economia
Visualizações: 1645

O Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Max Tonela, inicia hoje uma visita de quatro dias ao Reino da Tailândia, com o objectivo de passar em revista as acções de cooperação e de amizade entre os dois países, bem como avaliar a implementação do memorando de entendimento no domínio dos recursos minerais assinado em 2012.

De referir que a empresa tailandesa PTTEP é uma das concessionárias da Área 1 da Bacia do Rovuma, sendo que a visita visa, igualmente, acelerar o processo de aprovação, pelo governo da Tailândia, do contrato de compra e venda de 2,6 milhões de toneladas de GNL negociado com a Anadarko.
A visita, segundo um comunicado de imprensa do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, citado pela AIM, também visa demonstrar o cometimento do governo moçambicano com o Projecto Golfinho/Atum, da Área 1, cujo plano de desenvolvimento foi aprovado pela resolução nº 5/2018, de 07 de Fevereiro, para além de dar suporte à empresa para conseguir a almejada aprovação.
Para que o Projecto Golfinho/Atum possa atingir a decisão final de investimento no primeiro trimestre de 2019, a Anadarko e os seus parceiros estão a finalizar os acordos de compra e venda de 09 milhões de toneladas de GNL por ano, estando, até ao momento, asseguradas 4.11 milhões de toneladas de GNL por ano.

Nesta deslocação, o ministro faz-se acompanhar de quadros do ministério e de algumas empresas tuteladas e subordinadas.