Director: Júlio Manjate   ||  Director(a) Adjunto(a): 

O Governo e os consórcios que ganharam o quinto concurso de prospecção e pesquisa de petróleo no país vão assinar os respectivos contratos até à primeira semana de Outubro, disse ontem à Lusa fonte ligada ao processo.

“Os contratos serão assinados entre finais deste mês e primeira semana de Outubro, as datas ainda estão a ser trabalhadas”, disse o presidente do Instituto Nacional dos Petróleos (INP), entidade reguladora do sector, Carlos Zacarias, que não se alongou em comentários sobre o assunto.

Em Agosto, o Conselho de Ministros aprovou os termos dos contratos de prospecção e pesquisa de petróleo para cinco concessões no centro e norte do país.

A prospecção e pesquisa foram aprovadas para as áreas "offshore" Angoche - A5 e "offshore" Pande e Temane - PT5-C a favor do consórcio da ENI, Sasol e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH).

Ao consórcio ExxonMobil, Rosnef e ENH foram concessionadas as áreas "offshore" Delta Zambeze Z5-C, "offshore" Angoche - A5-B e "offshore" Angoche - Z5-D. O Conselho de Ministros atribuiu à ENH a concessão da área "onshore" de Mazenga.

“Estes termos de concessão têm como objectivo conduzir operações petrolíferas, que incluem a aquisição de dados sísmicos e a perfuração e estudos adicionais técnicos”, declarou a porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoana.

As concessões decorrem do quinto concurso internacional de petróleo lançado em 2014, em Londres.

O INP estima que 700 milhões de dólares serão investidos na prospecção e pesquisa de petróleo pelas empresas seleccionadas para este quinto concurso internacional.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction