Arranca oficialmente hoje na cidade de Xai-Xai e na vila da Macia, província de Gaza, a XIII edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares, um dos maiores eventos bienais que o país organiza. Estes festivais são uma das manifestações da aliança entre os estudos e o desporto, juntando perto de 1300 alunos-atletas oriundos de todas as províncias do país, assistidos por cerca de 500 pessoas, entre o pessoal de apoio, técnicos, treinadores e dirigentes.

É um evento de extrema importância do ponto de vista desportivo, pois permite a descoberta de talentos em várias modalidades, para além de permitir o convívio e a partilha de conhecimentos entre os alunos participantes.

Os Jogos Escolares são um compromisso que o Estado moçambicano assume desde 1978, embora com algumas interrupções forçados pela guerra terminada em 1992. Desde que foi retomado em 1998, o festival nunca mais parou e sempre foi organizado bienalmente, com réplica pelos distritos e províncias

 O engajamento de quase todos os técnicos dos Ministérios da Educação e Desenvolvimento Humano e da Juventude e Desportos, desde os respectivos ministros até à base, a nível central e local, mostra que este evento é assunto sério e que deve ser encarado com enorme responsabilidade, pois é um verdadeiro instrumento de desenvolvimento do nosso desporto mas, por outro lado, da exaltação da unidade entre os moçambicanos.

Não é por acaso que, mesmo com agenda bastante apertada, tem sido sempre o Presidente da República quem procede a abertura oficial destes festivais, num sinal claro do compromisso do Estado moçambicano para com os pequenos atletas e com o seu futuro como homens construídos através da educação e do desporto. Este ano, pela primeira vez, o evento irá acontecer em Gaza, que era a única das 11 províncias que nunca o tinha acolhido. Como outros pontos do paiis que já hospedaram este evento, Gaza vai sair a ganhar. Primeiro no que respeita às infra-estruturas, sobretudo escolares. São vários campos de diferentes modalidades que o Governo e parceiros reabilitaram e construíram a-propósito do evento. Este será, sem dúvidas, o maior legado. Segundo são os talentos e, por último, a província estará na ordem do dia por mais de uma semana, por uma causa nobre, o desporto. Os Jogos Escolares que este ano associam-se às causas ambientais, como atesta o lema: “Jogos Escolares Pela Conservação da Natureza”.

Mas nenhuma competição pode ser tida como ganha se o seu legado não for preservado. Depois dos Jogos, esperámos ver as infra-estruturas recondicionadas ou construídas de raiz preservadas. Aliás, sem infra-estruturas não há desporto. Portanto, se Gaza não preservar os campos e pavilhões que hoje ostenta não terá qualquer seguimento deste mega-evento. Por outro lado, é nossa expectativa ver devidamente encaminhados os talentos que irão despontar nestes jogos. Estamos todos recordados que há muitos atletas que prestaram contributo valioso para os clubes e selecções nacionais oriundos dos Jogos Escolares. Daqui a dois ou três anos gostaríamos de ouvir que o melhor jogador destes Jogos, seja no futebol, basquetebol ou andebol, é maior estrela da Selecção Nacional, por exemplo, ou do clube beltrano ou sicrano.

Mas os Jogos Escolares não se cingem apenas à competição. Em Gaza vão para além disso. As mais de mil crianças terão a oportunidade de conhecer lugares históricos e de protecção da biodiversidade que lhes permitirá aprofundar os seus conhecimentos sobre a história e geografia do nosso país. Vão aprender a respeitar ao próximo e os valores do patriotismo e a importância da conservação da natureza. Irão perceber que o distrito, província ou cidade de onde são oriundas é um pequeno elemento dentro de um macro que se chama República de Moçambique. Bem-haja os jogos Escolares e que ganhe o melhor, mas que, acima de tudo, reine o fair-play! E que as sementes aqui lançadas sirvam o desporto nacional amanhaa.

 

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,16 61,29
ZAR 4,58 4,67
EUR 68,75 70,04

17.07.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

BALBÚRDIA é o substantivo que caracteriza, melhor, os primeiros dias ...
2017-07-20 06:06:53
TALVEZ seja pequeno demais para falar ainda sobre um dos embondeiros dos ...
2017-07-20 06:05:50
EM minha opinião, os comerciantes que vendem aos humanos produtos alimentares ...
2017-07-19 07:15:52
EM plena cidade de Paris, França, onde esteve de visita no passado dia 13 de ...
2017-07-19 07:14:12
“SE continuarmos unidos, nenhum vento nos vai abanar mas se estivermos ...
2017-07-19 07:12:41