A REPÓRTER de guerra britânica Clare Hollingworth, a primeira a noticiar a invasão da Polónia pela Alemanha, em 1939, morreu ontem aos 105 anos, em Hong Kong, onde vivia há mais de 30 anos.

“É com tristeza que anunciamos que, após uma carreira ilustre que se estendeu por um século de acontecimentos, a repórter de guerra Clare Hollingworth morreu em Hong Kong”, anunciou a sua família, num comunicado divulgado na rede social Facebook.

A jornalista fez a cobertura de diversos cenários de guerra do século XX, do Vietname à Argélia, passando pelo Médio Oriente, Índia, Paquistão e China durante a Revolução Cultural, mas destacou-se antes de tudo pela notícia que fez manchete em 1939, em vésperas da Segunda Guerra Mundial, quando ela era uma principiante.

Aos 27 anos, Clare estava há uma semana a trabalhar na Polónia para o Daily Telegraph quando foi a primeira a anunciar a invasão alemã.

Utilizando a viatura de um diplomata britânico para atravessar a fronteira germano-polaca, a jornalista viu centenas de tanques alemães e veículos blindados a postos para invadir a Polónia.

Três dias depois, a 01 de Setembro, despertada pelo barulho dos aviões nazis sobre Katowice, cidade polaca próxima da fronteira, a repórter telefonou para a embaixada britânica em Varsóvia para anunciar o início da guerra.

Como os seus interlocutores não a estavam a levar a sério, ela estendeu o auscultador para fora da janela para que ouvissem o ruído dos tanques nazis a entrar na cidade.

“Se houver uma guerra e se o mundo quiser, eu adoraria fazer a cobertura”, dizia Clare Hollingworth ainda em 2009, à agência de notícias francesa AFP.

A jornalista foi também a autora da notícia da deserção do agente duplo britânico Kim Philby para a União Soviética, em 1963.

“Adoro a acção, adoro estar a bordo de um avião que está a bombardear ou estar em terra, no deserto, quando um exército avança”, gostava de contar.

Em 1946, escapou por pouco, com o marido, à explosão do hotel King David, em Jerusalém, que fez 91 mortos.

Em Outubro do ano passado, apesar da saúde debilitada, festejou como sempre o seu aniversário no Clube dos Correspondentes da Imprensa em Hong Kong, de que ela era ‘habituée’ desde que se instalou definitivamente naquela cidade, em 1981, depois de ter trabalhado como correspondente em Beijing.

Versão-Impressa


Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 26 Maio 2017
A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) elegeu, ontem, novos corpos sociais para o triénio 2017/2020, marcando fim de um processo que teve a polémica como principal característica. Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Natalidade: Quando mulheres negam imprevistos
Sexta, 26 Maio 2017
MARIA Alberto teve os seus dois filhos, o primeiro aos 15 anos e o segundo um ano depois, e não fazia ideia da existência de formas de planeamento familiar. Hoje, aos 24 anos, busca ajuda de profissionais de Saúde para programar a gravidez. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quizenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 60,10 61,27
ZAR 4,57 4,65
EUR 67,42 68,73

23.05.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

DEPOIS de um ambiente de quase “cortar à faca” a ...
2017-05-26 23:30:00
A VERDADE é que ele já não está aqui. Faltou a esta aula ...
2017-05-26 23:30:00
HÁ mortos que decididamente se recusam a regressar ao pó donde vieram. ...
2017-05-26 07:15:16
CORRO o risco de ser incompreendido ao abordar um assunto tão delicado como ...
2017-05-25 23:30:00
BRASIL, esse gigantesco país, que me faz lembrar a Suíça, por ...
2017-05-25 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 4150 visitantes em linha