AS forças do governo sírio bombardearam hoje, segunda-feira, intensamente, posições rebeldes a leste de Damasco depois de terem contido na véspera um ataque surpresa dos insurgentes em bairros da capital, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

“Houve intensos raides aéreos depois de amanhecer contra posições dos rebeldes no bairro de Jobar, onde o ataque dos insurgentes foi lançado”, indicou o director do OSDH, Rami Abdel Rahman, em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

“O governo e as forças aliadas retomaram a iniciativa e estão a atacar os grupos que lançaram o ataque de ontem, domingo”, afirmou o responsável.

Grupos rebeldes e de ‘jihadistas’, liderados pela Frente Fateh al-Sham, o ramo sírio da Al-Qaida, lançaram no domingo um ataque surpresa contra as forças governamentais, visando o bairro de Jobar e avançando até à zona da praça dos Abássidas, que dá acesso ao centro da capital.

Segundo indicou a mesma organização, no domingo, a investiva contra as forças do regime sírio foi levada a cabo com recurso a viaturas armadilhadas e a bombistas suicidas.

De acordo com o OSDH, pelo menos 47 soldados sírios e combatentes islâmicos morreram nas últimas 24 horas em confrontos nos subúrbios do nordeste de Damasco.

Do total de vítimas mortais, pelo menos 26 eram membros das forças leais ao Presidente sírio, Bashar al-Assad, enquanto 21 seriam milicianos, dos quais dois perderam a vida em dois atentados suicidas praticados com carros armadilhados.

Na quarta-feira assinalaram-se seis anos sobre o início da guerra civil na Síria, onde mais de 321 mil pessoas morreram, de acordo com o OSDH.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1856 visitantes em linha