A SECA continua a provocar mortes no Quénia. Dez mortos é o resultado dos mais recentes confrontos entre as comunidades rurais que lutam por pastagens para os seus animais, informou hoje, segunda-feira, a polícia.

Pastores das comunidades de Borana e Samburu travaram um tiroteio no domingo numa área no centro do país, chamada Kom, para onde ambos os grupos levaram o seu gado a pastar, explicou o chefe da polícia da cidade de Isiolo, Charles Ontita.

Segundo a referida fonte, dez pessoas foram mortas e duas ficaram feridas nos confrontos que levaram as autoridades a destacar mais agentes para o local.

As mortes tiveram lugar uma semana depois de 13 pessoas terem perdido a vida na região de Baringo, no oeste do país, quando pastores de Ilchamus e Pokot se envolveram em conflitos por causa de uma zona de pasto chamada Mukutani.

No domingo, em Mukutani, quatro agentes foram feridos quando supostos pastores Pokot abriram fogo contra o veículo em que seguiam, numa altura em que escoltavam membros da comunidade Ilchamus para um local seguro, de acordo com a polícia de Baringo.

Em resposta ao surto de violência, desencadeado pela seca que afecta cerca de metade do país, o Presidente Uhuru Kenyatta anunciou na sexta-feira o destacamento de tropas para as regiões de Baringo e Laikipia.

O Quénia tem sido atingido por uma seca, que levou mesmo o país a declarar o estado de desastre nacional, mas com eleições previstas para Agosto muitos suspeitam de que a política também tenha tido um papel na recente onda de violentos confrontos.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 15 Dezembro 2017
A ASSEMBLEIA da República aprovou, esta semana, as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2018. Trata-se de dois instrumentos importantes que vão orientar a acção governativa no próximo ano, com o intuito de... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
DIREITOS HUMANOS EM MOÇAMBIQUE: Queremos...
Domingo, 17 Dezembro 2017
O PRESIDENTE da Comissão Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), Luís Bitone Nahe, considera que, mais do que lamentar, o grande desafio deste órgão é documentar factos relativos à violação dos direitos humanos no país, apostando na investigação. Leia mais         Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00
TERMINEI o último artigo manifestando pesar pelo facto de as obras de ...
2017-12-14 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1575 visitantes em linha