DUAS importantes figuras da oposição no Zimbabwe assinaram quarta-feira um pacto no qual prometem trabalhar para estabelecer uma frente unida para desafiar a hegemonia da ZANU-PF e do Presidente Robert Mugabe nas eleições do próximo ano.

Morgan Tsvangirai, cujo Movimento para a Mudança Democrática (MDC-T) é a maior força da oposição no parlamento zimbabweano, e Joice Mujuru, até 2014 vice-presidente de confiança de Mugabe e seu possível sucessor, descreveram o memorando de entendimento como um passo significativo nos seus esforços para formar uma coligação.

O memorando, assinado na quarta-feira em cerimónia pública em Harare, é um sinal do desejo dos dois partidos políticos de explorar a possibilidade de trabalhar juntos na sua tentativa de afastar a União Nacional Africana do Zimbabwe – Frente Patriótica (ZANU-PF, sigla em inglês) e Robert Mugabe do poder em 2018.

Mugabe, de 93 anos, já disse que disputará a eleição de 2018.

Na cerimónia, Mujuru, de 62 anos, líder do Partido Nacional Popular (NPP), disse que levou “mais de seis meses” para chegar a esse acordo, que muitos esperam marcar o início de um forte desafio ao Presidente Mugabe nas eleições para o próximo ano.

“Estamos ansiosos para ver o Zimbabwe ser o grande Zimbabwe por que lutamos”, disse Mujuru, expulsa da ZANU-PF no final de 2014 depois de ter sido acusada de conspirar para derrubar Mugabe.

Tsvangirai, de 65 anos, que tentou e nunca conseguiu destronar o líder de longa data em todas as eleições desde 2000, disse, por sua vez, que “este é apenas o começo da construção de blocos para estabelecer uma ampla aliança para enfrentar a ZANU-PF nas próximas eleições em 2018”.

“Serão celebrados arranjos semelhantes com outras formações políticas (…) “, acrescentou.

Não eram ainda conhecidos detalhes exactos do acordo.

Mujuru disse que dirigiria o comité político enquanto Tsvangirai lideraria o comité diplomático.

“Sabemos exactamente o que deve ser feito”, disse Joyce Mujuru.

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 15 Dezembro 2017
A ASSEMBLEIA da República aprovou, esta semana, as propostas do Plano Económico e Social (PES) e do Orçamento do Estado (OE) para 2018. Trata-se de dois instrumentos importantes que vão orientar a acção governativa no próximo ano, com o intuito de... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
DIREITOS HUMANOS EM MOÇAMBIQUE: Queremos...
Domingo, 17 Dezembro 2017
O PRESIDENTE da Comissão Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), Luís Bitone Nahe, considera que, mais do que lamentar, o grande desafio deste órgão é documentar factos relativos à violação dos direitos humanos no país, apostando na investigação. Leia mais         Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 59,55 60,70
ZAR 4,37 4,45
EUR 69,97 71,32

15.12.2017   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

ESTAMOS já na quadra-festiva. Caminhamos a passos largos rumo a mais um final ...
2017-12-17 21:04:11
HÁ uns anos um deputado da Assembleia da República, meu amigo,  ...
2017-12-15 23:30:00
IMPLICÂNCIA sem motivos. É comum não nutrirmos simpatia por ...
2017-12-15 23:30:00
AS FESTAS!... EM boa verdade elas, sobretudo as que se avizinham, são ...
2017-12-14 23:30:00
DEFINITIVAMENTE  não sou dono do meu tempo. Nunca fui, e jamais serei. ...
2017-12-14 23:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1633 visitantes em linha