ALGUMAS das vítimas mortais do incêndio de quarta-feira no edifício residencial Grenfell, oeste de Londres, poderão nunca vir a ser identificadas, admitiu nesta sexta-feira a polícia britânica.

“Tristemente, há um risco de que não possamos identificar todos”, disse o comandante da polícia Metropolitana de Londres (MET), Stuart Candy, acrescentando esperar que o número total de mortos não seja superior a três dígitos.

Até ao momento estão confirmados 17 mortos pelo fogo que destruiu o edifício de 24 andares, no qual viviam entre 400 e 600 pessoas, mas as autoridades estimam que o número possa subir.

Pelo terceiro dia consecutivo, os bombeiros revistaram hoje os andares do prédio, composto por 120 apartamentos, muitos deles de protecção social, enquanto aumentam as críticas sobre a segurança em outros edifícios similares no Reino Unido.

As autoridades são criticadas pelo estado em que se encontrava o edifício depois de alguns residentes terem denunciado que os alarmes de incêndio não dispararam, e também pelo material usado no revestimento do imóvel, composto por polietileno, que explicaria a rapidez com que se propagaram as chamas na madrugada de quarta-feira.

Não está ainda esclarecida a origem do incêndio e a primeira-ministra britânica, Theresa May, iniciou uma investigação oficial sobre a tragédia, a fim de compreender todas as causas do ocorrido para que este desastre não volte a ocorrer.

May é também criticada pelos media locais por não ter falado ontem com os sobreviventes do incêndio quando visitou o bairro norte de Kesington, onde está o imóvel e onde falou com agentes da polícia e bombeiros que trabalharam para conter o fogo e resgatar os residentes.

Entretanto, vinte e quatro pessoas continuam hospitalizadas, 12 das quais em “estado crítico”, devido ao incêndio.

Segundo a mesma fonte, os feridos estão a ser tratados em quatro hospitais da capital britânica.

Os serviços de emergência falam de “dezenas” de desaparecidos no acidente e meios de comunicação especulam que o incêndio na torre Grenfell – com 24 andares, 120 apartamentos e entre 400 e 600 moradores – pode ter causado “mais de 150 mortos”.

No entanto, a polícia estimou que o número de vítimas mortais não será superior a 100, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

O presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, exigiu na quinta-feira a publicação, ainda "este verão", do relatório preliminar sobre o incêndio no edifício Grenfell, algumas horas depois de a primeira-ministra britânica, Theresa May, ter anunciado uma investigação oficial sobre o sinistro.

Mais recentes

Breves

Editorial

EDITORIAL
Sexta, 23 Fevereiro 2018
A TRAGÉDIA que se abateu sobre a cidade de Maputo, na madrugada desta segunda-feira, matando 16 pessoas e ferindo outras tantas, em consequência do deslizamento do lixo nas proximidades do aterro de Hulene, chama à atenção para a necessidade de reflectirmos sobre o... Ler mais..

Primeiro Plano

IMAGE
Pressão social empurra meninas para uniões...
Sexta, 23 Fevereiro 2018
Raparigas da localidade de Massaca, distrito de Boane, queixam-se da pressão social e dizem que está na origem dos casamentos prematuros. Com efeito, é-lhes dito que estando no lar vão dignificar a família e a comunidade, e muitas cedem a este conselho que as empurra para um futuro incerto. Ler mais..

Assim vai o mundo

Preçário dos jornais online

Anual 5.746,00 MT
Semestral
Trimestral 1.436,00 MT
Mensal 478,00 MT
Quinzenal 239,00 MT
Semanal
Diário 18,00 MT

Jornal Noticias

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Domingo

Anual 1.872,00 MT
Semestral
Trimestral 468,00 MT
Mensal 156,00 MT
Semanal 27,00 MT

Jornal Desafio

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 58,31 59,47
ZAR 4,74 4,83
EUR 70,23 71,64

25.01.2018   Banco de Moçambique

Opinião & Análise

PARECE haver motivos bastantes para emprestar as palavras do polémico ...
2018-02-24 00:30:00
O SONO é um veneno que embriaga, paralisa o corpo, corta os movimentos e guia ...
2018-02-24 00:30:00
“Ide por todo o mundo, anunciai a Boa Nova a toda criatura” – Mc ...
2018-02-23 00:30:00
Há reportagens antigas  – nos jornais e televisões -  ...
2018-02-23 00:30:00
SÓ posso começar o presente texto dizendo mesmo isto: INAE, já ...
2018-02-23 00:30:00

Conversas ao sábado

  • Publicidade_Versao_Imprensa

Quem está online?

Temos 1717 visitantes em linha