Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

A NOVA liderança do partido no poder na África do Sul não discutiu ontem o futuro do Presidente Jacob Zuma, revelou o seu secretário-geral, numa declaração considerada “um balde de água fria” sobre as intensas especulações da comunicação social de que na sua primeira reunião procuraria removê-lo da presidência do país.

A substituição de Zuma como líder do partido, pelo seu vice-presidente Cyril Ramaphosa, no mês passado, provocou expectativas generalizadas sobre o fim precoce do seu mandato presidencial, que foi marcado por persistentes alegações de corrupção.

“Essa questão não esteve em momento algum em discussão ou debate”, disse o secretário-geral do ANC, Ace Magashule, em resposta a uma pergunta sobre se o futuro de Zuma foi discutido ou seria ponto de agenda.

O único item na agenda foi uma declaração a ser lida por Ramaphosa no sábado para marcar o 106.º aniversário do ANC, disse Magashule a repórteres durante uma interrupção na reunião do Comité Executivo Nacional (NEC) na cidade litoral de East London, em Eastern Cape.

Zuma não precisa demitir-se antes do término do seu segundo mandato como Presidente em 2019, mas analistas consideram que ele é cada vez mais visto como um “inconveniente” político para o partido, uma vez liderado pelo icónico Nelson Mandela.

O apoio público do ANC diminuiu sob a liderança de Zuma, uma vez que os eleitores ficaram cada vez mais desiludidos com uma série de escândalos de corrupção, fraco crescimento económico e uma taxa de desemprego que aumentou para quase 28 por cento. Isto culminou com o ANC a perder municípios-chave nas eleições municipais do ano passado.

“O ANC não pode evitar ter que lidar com o futuro de Jacob Zuma. A liderança sabe quanto mais tempo Zuma permanecer, mais danos podem ser causados nas urnas (em 2019)”, disse Susan Booysen, pesquisadora e professora na Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo.

Dois membros seniores do NEC disseram a Reuters que a facção de Ramaphosa no ANC não queria tentar expulsar abertamente Zuma, uma vez que o NEC foi eleito há apenas um mês e porque a sua vitória foi marginal.

Poderá haver uma reunião menos mediática do NEC na próxima semana, onde uma discussão mais séria sobre a saída de Zuma seria realizada, disse um dos principais membros do partido.

Sábados

CLICKADAS

...

A BELEZA do mundo é uma bênção que se vive na ...

TEMA DE ...

NUMA entrevista que concedeu ao escritor Marcelo Panguana, publicada no ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction