Categoria: Nacional
Visualizações: 905

MAIS de 1.380 casos de cólera que resultaram em cinco óbitos foram registados até a última segunda-feira, no país, segundo informações avançadas ontem pelo vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Herinque Banze, no “briefing” que procede as sessões do Conselho de Ministros.

A província de Cabo Delgado apresenta-se como a mais afectada, com 814 casos e três óbitos, seguido de Nampula com 488 casos e duas mortes, depois Niassa com 86 ocorrência, sem nenhuma morte.

Entretanto, segundo Henrique Banze a situação sanitária tende a melhorar em quase todas as regiões afectadas pelas inundações, facto que também deriva do abrandamento das chuvas na última semana.

Avaliando a situação das chuvas e emergência na última semana, Herinque Banze disse que as províncias de Manica, Zambézia, Niassa e Cabo Delgado registaram na última semana chuvas moderadas, cuja precipitação variou entre 100 a 255 milímetros cúbicos.

Já as províncias de Gaza e Inhambane, no sul do país, registaram chuvas num regime fraco a moderado.

No que concerne aos níveis dos caudais dos rios das bacias do norte, centro e sul do país, a previsão para os próximos dias, indica uma tendência de subida em Messalo e Montepuez (região norte), enquanto que para a região centro prevê-se uma redução e uma oscilação de níveis nas bacias hidrográficas do sul.

Contudo, Herinque Banze explicou que os caudais dos rios no geral estão abaixo dos níveis de alerta.

Ainda no âmbito da situação geral de emergência, aquele governante destacou a redução do número dos abrigados nos centros de acomodação, ressalvando entretanto, que a província de Inhambane registou no passado dia 9 de Março corrente, uma ocorrência de chuvas que afectaram 172 pessoas e que neste momento precisam de abrigo, alimentação e assistência sanitária.

No que se refere ao reassentamento foram até a última segunda-feira, demarcados cerca de 8600 talhões para habitação, dos quais cerca de 7000 foram distribuídos aos beneficiários.

Desta cifra, um total de 5509 foram distribuídos na província de Gaza, 2408 (Zambézia), 194 (Maputo província), 440 (Maputo cidade) e 58 na província de Inhambane.