Categoria: Capital
Visualizações: 1263

A construçãodo novo Mercado de Peixe, na marginal da cidade de Maputo, começa em Junho, estando agora em curso o estudo de viabilidade ambiental.

O empreendimento, que vai superar de longe o actual principal ponto de venda de mariscos da capital, será implantado na zona da discoteca Tara, no Triunfo, numa das poucas áreas

da marginal ainda arborizadas.

Avaliado em cerca de 12 milhões de dólares americanos, o novo mercado de peixe é resultado de um entendimento entre os governos de Moçambique e do Japão, formalizado há pouco mais de um ano.

No quadro do estudo de impacto ambiental, estão agendadas para finais deste mês duas sessões de consulta pública com a finalidade de recolher as principais preocupações e sugestões das comunidades circundantes da área do projecto, sociedade civil e instituições governamentais e privadas, bem como dos demais interessados.

Arnaldo Monteiro, director municipal de Mercados e Feiras, disse há dias ao “Notícias” que até ao momento se mantêm o cronograma inicial de arrancar com a construção em Junho, embora ainda esteja a decorrer o estudo de impacto ambiental do projecto, sem o qual os trabalhos não podem seguir.

A fonte mostrou-se, no entanto, reticente quanto à conclusão das obras ainda este ano, tal como se previa em Fevereiro do ano passado, quando se rubricaram os documentos de garantia de financiamento da iniciativa.

“O nosso desejo era ter o novo mercado ainda este ano, mas dificilmente vamos conseguir isso”, disse Monteiro.

A futura infra-estrutura, que vai ocupar uma área total de aproximadamente dois hectares, contemplará, entre outras coisas, bancas de venda de mariscos, uma fabriqueta de produção de gelo, uma unidade de processamento e conservação do pescado, escritório administrativo, assim como uma área para aqueles que para lá se vão deliciar de mariscos e um parque de estacionamento.

Acredita-se que o novo mercado de peixe, moderno, contribuirá para melhorar a gestão e manuseamento do pescado, bem como conferir um valor acrescentado aos pequenos pescadores.