Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

UM amigo que há anos vive no prédio “trinta e três andares” conta-me das suas mágoas que se adensam a cada sexta-feira. Sempre que esse dia se avizinha, sonha com o convite, até de última hora, para uma passeata que termine dia seguinte e noutros lugares onde o silêncio e a tranquilidade imperam. É que noite já madura e corpo cansado, sobretudo de quem anda dando no duro, já lá vão décadas, discoteca a céu-aberto faz vibrar as janelas do seu apartamento, o som, bastante alto, enche-lhe o apartamento todo. E tudo chocalhando, não tem como abraçar o sono. Vira-se para o lado e é a mulher sentada na borda da cama. Na sua cara, uma tristeza imensa e quando se apercebe que o marido está, também, acordado e de barriga para o tecto, passa-lhe a mão pela testa e cicia-o ao ouvido um “tenta dormir, filho”, coisa que sabe não vai acontecer. Ela mesma deseja o mesmo, mas a alegria dos outros não deixa que tal aconteça.

Levanta-se e enche a casa de pôrras. Mas tão logo se apercebe que a pessoa a quem devia dirigir esses pôrras não está ali. E ainda que encha os pulmões de ar e lance o mais vigoroso grito, não irá para além dos ouvidos da mulher.

Pela janela, assiste impotente o espectáculo que lhe dá dor no coração, já muito cansado e precisando de cuidados que tais.

 Clama pela Nossa Senhora do Sossego a que tempos! Como é dos antigos, a esperança é o que se diz dela.

E agora só lhe resta chorar para cada amigo com quem se encontra e na sua idade já não são muitos e não tarda que mesmo esses poucos daqui a tempinhos os não reconheça, não se lembre deles.

Reconhece, no entanto, que no passado viveu ali o sossego. Não havia muito dinheiro, mas havia muito respeito pelas normas de convivência. Mas agora as normas estão democratizadas. Ou cada um tem as suas.

Diz da dor que o consome enquanto vai enfiando goela abaixo garfadas de feijoada à moda do Alentejo e umas taças de vinho tinto.

É sexta-feira, sim, mas ele dificilmente passa de duas taças. Pelo menos das vezes que nos juntamos à hora do almoço numa tasca barulhenta. Ele para comer e eu para lhe ouvir desabafos e naturalmente tomando uma insulina, que não há cá santos. Eles estão onde não alcanço. Oiço-lhe as mágoas e não lhe digo das minhas. Por enquanto, embora saiba que isso era capaz de lhe deixar mais relaxado. Adio. Aliás, adiei pois também às mesmas sextas-feiras e igualmente de um modo bem agressivo, passo pelas mesmas situações.

Diferentemente dele, o som atinge-me mas não sei donde parte. É música alta até o sol espreitar.

No meu lugar, o som da música é, de tempos a tempos, abafado pelo roncar dos motores, que é mesmo de trazer de volta os mortos. O coração, que só o tenho para amar, quase que a saltar para o chão azulejado e eles, com as suas poderosas máquinas a não deixarem que saboreemos lindamente estes poucos momentos que a vida ainda nos concede.

De modo que não somos só nós. Há muitos e muitos outros passando o mesmo, meu caro. Gozemos o máximo de domingo à quinta, que daí deixamos de ser livres, meu caro amigo.

Deixe de pensar no regresso ao Chiveve. A diferença é igual, meu caro. Fique quietinho e passa a fazer uma preparação espiritual para aguentares com a sexta-feira aí no teu canto, pois, como vês, não te posso oferecer diferente. Posso oferecer-te pior: os ronco dos motores de cilindradas monstras e de rebentar com as tumbas e trazer cá para cima os mortos. E aí, no teu lugar, podes dançar em entrando no espírito deles. Vá. Ao menos aproveitas. Na certeza de que no dia da verdade sairás desse calvário e completamente livre.

E alguém há-de nos ter falado da lei sobre a Poluição Sonora!

Mas então e o lucro?

Djenguenyenye Ndlovu

Sábados

TEMA DE ...

A alegoria da caverna de Platão é esclarecedora quanto ...

CLICKADAS

...

José Craveirinha, o nosso poeta maior, escreveu: “O ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction