Director: Júlio Manjate   ||  Directora Adjunta: Delfina Mugabe

SALINA de “pedra de lume” – é uma das praias mais atraentes do continente africano, por as pessoas acreditarem em lendas seculares, segundo as quais quem lá mergulha rejuvenesce 50 anos.

Ela localiza-se na cidade de Santa Maria, na Ilha do Sal, em Cabo Verde, que esta semana se tornou muito mais pequena para acolher ilustres figuras, entre Chefes de Estado e de Governos, idas de vários cantos da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP).

Oito dos nove Estados-membros juntaram-se, ao mais alto nível, nesta cidade para tomar decisões importantes sobre a vida da organização nos próximos dois anos, em que a presidência passará a ser assumida por este país insular. 

Uma das questões que atraiu a atenção de todos é a mobilidade de pessoas e mercadorias no espaço da organização, nomeadamente Moçambique, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-bissau, Guiné Equatorial, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste ‒ este não se fez presente porque a deslocação de entidades representativas para fora do país depende da autorização do parlamento local, que não anuiu.

Tratando-se de um evento tão importante, por movimentar Chefes de Estado, tudo foi preparado com esmero para o sucesso do encontro considerado histórico e de viragem na CPLP, uma vez tratar de matérias tão sensíveis como a livre circulação de pessoas nos países membros, tendo em conta que estes estão conectados a outras agremiações que não têm que ver com os falantes da língua portuguesa.

Para garantir a segurança dos participantes, os anfitriões destacaram mais de 200 agentes da Polícia Nacional, coadjuvados por elementos das Forças Armadas, cujo número, embora não tenha sido revelado, era considerável a avaliar pela presença em cada esquina, pelo menos, no perímetro da conferência.

Aos visitantes está garantida a protecção sem motivos de reparo, ao ponto de duas jornalistas que decidiram fazer a sua caminhada matinal, antes de o sol nascer, se terem apercebido da presença de um carro policial que as seguia, discretamente.

Porém, o mesmo esmero já não aconteceu em relação às condições de trabalho dos mais de duzentos jornalistas credenciados para garantir a cobertura do evento. Alguns experimentaram verdadeiros momentos de “stress” para levar as suas actividades a bom termo.

Embora a CPLP tivesse disponibilizado uma linha de Internet gratuita, esta acabou por “vergar” à pressão exercida pelos “homens e mulheres da pena”, que lutavam a todo o custo por difundir a informação nos seus países sobre o decurso da conferência, para além dos que simplesmente “navegam” no facebook, WhatsApp, entre outras redes sociais.

Entretanto, se alguns não descansavam enquanto não obtivessem “o sinal da Internet”  outros enfrentavam  a tensão característica do momento de acesso à informação. O desespero era tanto que aquando da chegada de um Chefe de Estado os jornalistas corriam de um lado para o outro a fim de recolherem alguma declaração de ocasião. Foi assim na chegada de José Mário Vaz, da Guiné-Bissau. Uma jornalista da RFI gritou lá do perímetro onde estava confinada a impressa: “oh presidente, presidente, o senhor não vai falar connosco, não? Estamos aqui…” enquanto ele caminhava, rodeado pelos membros da sua delegação e da segurança, até desaparecer pelo corredor do hotel Hilton, onde decorreu a cimeira.

Confesso que fiquei estupefacta, pois ainda que seja amigo, um presidente é sempre um presidente. “Oh presidente, fale connosco…”. Enfim, são os “ossos” da nossa arte.

Delfina Mugabe

Sábados

CLICKADAS

...

OS problemas, enquanto vivos, sempre estarão presentes. Obviamente ...

TEMA DE ...

SEMPRE que se pensa em ir à busca de um serviço ...

Conselho de administração

Presidente: Bento Baloi

Administrator: Rogério Sitóe

Administrator: Cezerilo Matuce

Siga-nos

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction